Cultura Espiritualidade

Descodificação esotérica do excelente filme «I Pet Goat II»

Simbolismo esotérico do vídeo viral “I, Pet Goat II” “I, Pet Goat II” é um vídeo de animação computorizada, com menos de 8 minutos, carregada de silenciosas mensagens e de um simbolismo esotérico. O filme não tem diálogos, e cada símbolo conta uma parte de uma história que abrange áreas históricas, políticas, teorias conspiratórias e espiritualidade ocultista. Vamos ver o significado esotérico por trás de “I, Pet Goat II”. Produzido pela de produção canadense Heliofant, I, Pet Goat II é uma curta-metragem de animação que rapidamente se tornou viral na Internet. Elogiada pelos seus efeitos visuais e imagens interessantes, o vídeo ainda assim deixou uma interrogação sobre o significado de seu simbolismo. Política, teorias conspiratórias e operações de falsa bandeira são misturadas com espiritualidade esotérica e com simbolismo oculto neste enigma de efeitos hipnóticos. Aqui está o vídeo:

Depois de ver o vídeo, muitos poderiam dizer algo como “Que diabos eu vi?”. A história é um pouco não-linear e existem muitos elementos criptografados e enigmáticos no filme. Eu não reivindico uma descodificação completa de toda a trama cheia de símbolos, mas um monte de mensagens são facilmente compreendidas pelo simbolismo bastante fortemente apoiado. Em geral, o filme parece fazer alusão ao clima político e social da década passada – com os presidentes fantoches, terrorismo de falsa bandeira e os feiticeiros do controle mental. De seguida com uma figura de Cristo, abandonando toda a tristeza para introduzir uma nova era iluminada. Ou seja, a história é sobre o triunfo da iluminação espiritual sobre as forças das trevas. Vejamos alguns dos seus inúmeros detalhes. I, Pet Goat II

A primeira cena já está cheia de simbolismo.

O vídeo começa com uma cena interessante: um bode numa caixa que parece ser parte de um campo de detenção (FEMA). O bode tem um código de barras na cabeça com os números 6 6 6 por baixo. Se I, Pet Goat fala sobre as forças de libertação das trevas, a cena inicial parece descrever exatamente o oposto. Esse bode representará os que foram “enjaulados”, equipados com um código de barras e tendo sofrido de uma lavagem cerebral por um sistema corrupto? A utilização do pronome “I” (eu) no título implica que o bode poderia ser, de facto, o espectador ele mesmo. O show de marionetes que é a política Na primeira parte do vídeo, um titeriteiro escondido controla George “Dubya” Bush numa sala de aula. Quando os aviões atingiram o World Trade Center em setembro de 2001, Bush estava dentro de uma sala de aula a ler o livro My Pet Goat às crianças. O chão maçónico na sala em forma de xadrez poderá significar que esta comédia incluiu uma componente ritual.

 

Bush faz sapateado, tem uma cara assustadora e diz coisas incoerentes para manter as massas ignorantes da verdade.

Acima de Bush, há um desenho interessante, que mostra a evolução da humanidade desde o peixe, para o macacos e para um homem segurando uma arma. Qual é o estágio final da evolução? O homem iluminado, representado pelos raios de sol ao redor de sua cabeça.

Bush, veste um chapéu de bobo, o chapéu cónico que era dado aos alunos “mais lentos” para humilhá-los. Quando Bush é mostrado fazendo de palhaço, ele se transforma em Obama, um homem distinto e sedutor, vestindo um chapéu de pós-graduado . Ele começa agradável e gentil, mas começa a rir-se da audiência. No momento em que ele surge como a resposta perfeita para a idiotice da era Bush, um fato permanece: é apenas mais um fantoche controlado pelo mesmo marionetista. Enquanto a maioria da plateia está totalmente ignorante sobre o que está acontecer, uma menina não se deixa enganar.

Enquanto as massas parecem surdas, mudas e cegas (e presas em arame farpado), essa menina percebe que essa maça não é dela e deixa-a cair. Obama está preocupado com o despertar desta menina.

Somos de seguida levados para o mundo exterior frio e cheio de neve que circunda a escola. Numa das paredes há um grafite com uma mensagem importante por trás.  

No muro da escola vê se um grafite que diz Psaume (Salmo) 23.

O versículo bíblico mencionado pelo grafite parece prever a jornada em que se preparam para embarcar os espectadores.

O Senhor é o meu pastor: nada me faltará. Ele me faz descansar em pastos verdes e me guia a águas calmas. Deus renova as minhas forças e me guia por caminhos de justiça, por amor do seu nome. Ainda que eu ande por um vale escuro como a morte, nada temerei, porque tu ó SENHOR Deus, estás comigo; a tua vara e o teu cajado me protegem. Preparas um banquete para mim, onde os meus inimigos me podem ver. Unges-me a cabeça com óleo; enches o meu copo até derramar. A tua bondade e o teu amor ficarão comigo enquanto eu viver. E na tua casa, ó SENHOR, morarei todos os dias da minha vida. -Psaume (Salmo) de Davi 23

Um mundo em decadência O mundo lá fora está escuro, frio e literalmente caindo aos pedaços. É triste, arruinado e tudo treme e se desfaz. Num determinado momento, duas torres – uma reminiscência ao WTC – se desmoronam. Depois, aprendemos que era um trabalho orquestrado a partir de dentro.

Bin Laden usa um crachá da CIA, sugerindo que era uma ferramenta do governo dos EUA para promover sua agenda. A lua crescente, símbolo associado ao Islão, está invertida, o que pode ser uma maneira de dizer que toda aquela coisa de Al Qaeda é uma perversão e uma exploração do Islão.

Enquanto que petróleo vaza de todos os lugares, uma estrela de seis pontas aparece por baixo da Estátua da Liberdade, rebaptizada pelos autores do filme “Lady of Helotry” ( “helotry” significa servidão ou escravidão = Nossa Senhora da escravidão).

A estrela de seis pontas (também conhecida como a Estrela de David), que aparece sob a Nossa Senhora da escravidão será uma maneira de dizer que os EUA são fortemente influenciados por Israel?

Enquanto o mundo desaba, muitas instituições desactualizadas desaparecem ou são destruídas.    

Esta mesquita foi destruída por aviões de combate.
 
Este trabalhador Latino afoga-se com sua foice e seu martelo – o que representa a morte do marxismo nos países do Terceiro Mundo. No site oficial do Héliofant é dito: “Depois de anos de exploração económica e degradação ambiental, Juan “Pepito” está francamente com uma sensação de afogamento”.

Controle das massas O mundo está sob o feitiço de um mago negro chamado Drako. De acordo com os realizadores, Drako é:

“Um assistente, uma mão invisível e um espírito de loucura que busca ainda mais poder pelo engano, mentira, envenenamento, eventos sob falsa bandeira, guerras, e montanhas de estruturas burocráticas e legais para extrair energia dos terrestres. Ele teme a luz do dia como ele teme pela própria vida e opera nas sombras. Seu maior poder é o seu domínio sobre a emissão do dinheiro.”

Será que isto nos lembra o que chamamos de os Illuminati? Sim, está correto. Da mesma forma que os Illuminati procuram fazer uma lavagem cerebral em crianças desde o nascimento, Drako está preocupado com essa criança que está para nascer chamada Ludovic.

Na tradição esotérica, o símbolo do ovo com uma serpente entrelaçada é conhecido como o ovo órfico. Ou seja, ele representa as sementes latentes da vida e do potencial infinito da criação. Em outras palavras, enquanto esta criança parece desesperada, ela ainda tem o poder de alcançar seu pleno potencial.

Quando o ovo eclode e que o bebé nasce, Drako, literalmente, assume o controle de sua mente de uma maneira temível e parasita.

Drako tem uma pirâmide no queixo e o olho-que-tudo-vê encontrado na nota de dólar americano. Ele representa não só o fato de que ele controla o dinheiro, mas também representa os Illuminati. Sob o olho de Drako, está a frase “Ordo Ab Chao” – que significa a ordem à partir do caos, o lema favorito da elite oculta. O tipo também tem apenas um olho aberto. Poderia representar melhor os Illuminati?

O libertador No meio desse caos, um personagem surge com o poder de tornar tudo justo.

Navegando num barco de cerimónia egípcia, Jesus Cristo parece estar em transe.

O personagem semelhante ao Cristo tem um terceiro olho pintado sobre a glândula pineal, que traz o conceito de iluminação espiritual. O triângulo acima do olho representa a divindade e essa iluminação entra em contato com sua própria natureza divina. Os símbolos na testa do Cristo estão em total oposição à pirâmide no queixo de Drako. Embora ambos os personagens usam símbolos semelhantes em seus rostos, Cristo o coloca “direito” e Drako o coloca ao contrário/invertido, o que significa que ele (e os Illuminati) corrompeu estes símbolos antigos. Nomeado pelos autores do vídeo “O fogo da verdade”, o personagem do Cristo não significa que é o próprio Jesus Cristo, mas uma representação do conceito do Cristo interior como definido pelos gnósticos. De acordo com a corrente esotérica do cristianismo, Cristo interior é o potencial de atingir a divindade através da iluminação espiritual. No site de Héliofant, o Fogo da Verdade é descrito assim:

“É VOCÊ! quando reside na consciência do seu filho com o Divino e a fraternidade da humanidade!!!”

Quando a figura do Cristo sopra o Fogo da verdade sobre o mundo, alguns personagens oprimidos ou aflitos voltam à vida, como Ludovic, a criança trancada no ovo. Da mesma forma, Aali, um garoto muçulmano que parecia ferido e morto ressuscita. O pequeno Aali se levanta dos escombros da mesquita destruída, girando em vestimenta tradicional dervixe. O menino executa a antiga arte do redemoinho de Sufi, que é praticado por dervixes Sufi da ordem Mevlevi. Os dervixes são uma antiga corrente esotérica do Islão.  

“Os Mistérios da fé islâmica estão agora na posse dos dervixes – homens que, renunciando a mundanidade, resistiram ao teste dos mil e um dias de tentação. Acredita-se que Jalal-ud-Din, o grande poeta persa sufi e filósofo, fundou a ordem dos Mevlevi, ou “dervixes giratórios” cujo significado esotérico dos movimentos é o movimento dos corpos celestes e segundo o significado esotérico resulta no estabelecimento de um ritmo que estimula os centros da consciência espiritual no corpo do bailarino.” – Manly P. Hall, The Secret Teachings of All Ages (Ensinamentos Secretos de Todas as eras)

 

O renascimento do menino muçulmano num dervixe giratório indica que há uma ligação entre ele e o Cristo interior: ambos representam a iniciação nas escolas esotéricas, que têm todas o mesmo objetivo – o contato com a divindade pela iluminação espiritual. Outras religiões com correntes esotéricas subterrâneas como o hinduísmo (representado por Shiva dançando) também são representadas no filme. Quando a figura de Cristo emerge da catedral, o edifício (guardado por uma gárgula com má aparência) desmorona atrás dele. Nesta nova era de iluminação espiritual, monumentos construídos pelo homem tornar-se-ão inúteis e obsoletos. Então, eles se desintegram e desaparecem. À medida que o à noite dá lugar ao dia, a figura Crística abre os olhos ardentes e navega em direcção ao sol. Flores de lótus, símbolo da iluminação espiritual na filosofia oriental, aparecem atrás dele, confirmando aos telespectadores que o caminho para a liberdade é verdadeiramente espiritual.

Conclusão I Pet Goat II recebeu muitos elogios por sua capacidade técnica e seu roteiro original. Apesar da falta de narrativa ou diálogo, uma história elaborada nos é entregue com a ajuda da mais antiga e universal linguagem. O simbolismo.

Por meio de símbolos, o filme consegue entregar uma crítica mordaz da civilização ocidental contemporânea, para descrever suas muitas doenças e até mesmo prever a sua queda inevitável. Mais importante ainda, uma descodificação profunda do simbolismo do filme revela uma forte mensagem de iluminação espiritual baseada nos antigos mistérios. Embora o aspecto esotérico do filme poderá não ser entendido por todos, ele está no coração do filme e é apresentado como a solução definitiva contra o mal e a corrupção no mundo actual. A conclusão do filme é muito pessoal: ou VOCÊ se torna uma cabra domesticada com um código de barras 666 na testa ou você se torna uma figura Crística com um terceiro olho na testa. Esta noção de iluminação pessoal é definitivamente gnóstica e é comum na maioria das escolas esotéricas de pensamento de todas as civilizações. Concorde ou discorde com a conclusão do filme é uma questão espiritual da fé pessoal, mas é certo que aqueles por trás de “I, Pet Goat II” estão no “saber” de tudo que é oculto, esotérico e até mesmo conspiratório. Cada cena tem como fundo uma história profunda e subjacente – seja histórica, política ou espiritual – o que levaria páginas e páginas de palavras para explicar tudo a fundo. Aqui reside o poder dos símbolos: eles podem simplesmente ser admirados por sua estética ou podem, plenamente entendidos, revelarem uma profunda história da humanidade, de Deus e de tudo o que existe entre os dois.

Fonte: The Vigilant Citizen

Obrigado por nos dizer como este artigo o fez sentir! Agora conte a todos partilhando - .
Como este artigo o faz sentir?
  • Fora de Mim
  • Fascinado
  • Apoiado
  • Indiferente
  • Assustado
  • Chateado
Partilhas