Polémico Saúde

Aspartame pode ser um aditivo escondido no leite brevemente

woman-drinking-milk

woman-drinking-milkAs americanas IDFA (International Dairy Foods Association – Associação Internacional de Laticínios) e NMPF (National Milk Producers Federation – Federação Nacional de Produtores de Leite) juntaram-se num pedido especial de modificação dos regulamentos para o leite e outros laticínios. A ideia mirabolante é ser-lhes permitido adicionar adoçantes não nutritivos aprovados pela FDA (Food and Drug Administration), nomeadamente o aspartame, mas sem incluir isso nos ingredientes expostos na embalagem.

A petição, a ser aprovada, terá efeitos imediatos em território americano e daí a chegar à Europa é um pequeno passo já que as principais produtoras de laticínios americanas administram também as europeias.Esta petição defende que o consumo de laticínios está a reduzir e que isso pode ser altamente nefasto para a economia, então a adição de adoçantes não nutritivos tornará as bebidas mais aprazíveis ao palato, especialmente de jovens e crianças. A petição pretende que esta alteração englobe não só o leite, mas também 18 outros tipos de laticínios como as natas, o iogurte e o leite condensado.
É na insistência de que a FDA não deve impor a necessidade de identificar o adoçante não nutritivo nas embalagens que a ‘porca torce o rabo’ e estas duas ardilosas associações defendem que não incluir as modificações na embalagem será altamente benéfico para a população porque evitará que haja confusões no consumidor até porque não alterará o valor nutritivo.

Claro que quase todos sabemos que as grandes corporações, os blocos de lobby e os movimentos políticos raramente têm os interesses da população como prioridade máxima e de seguida fica um excerto dessa mesma petição à FDA pela IDFA e pela NMPF onde tentam explicar este fenómeno:

 IDFA e NMPF argumentam que frases tipo “menos calorias” não são atrativas para crianças e acrescentam que os consumidores podem mais facilmente identificar o valor nutritivo do leite adoçado com adoçantes não nutritivos se os rótulos não incluírem esse género de alertas. Mais acrescentam que os consumidores não reconhecem o leite – incluindo o leite com sabores – como contendo açúcar. Assim, os ‘peticionários’ alegam que o leite com adoçantes não nutritivos deveriam ser rotulados de leite apenas sem qualquer outro alerta para melhor identificação do valor nutritivo.

Esperamos seriamente que esta petição não seja aprovada, mas não ficamos surpreendidos se passar pela FDA, afinal de contas a própria FDA aceitou o Aspartame por questões políticas por uma vez já! (ver artigo ou este artigo)

Petições deste género são conhecidas por passarem facilmente devido às pressões dos lobbies, que é no fundo o acto de influenciar decisões tomadas pelo executivo do governo em vigor, geralmente o legislador ou os membros das agências reguladoras. A FDA, a IDFA e a NMPF estão todas a trabalhar em conjunto há muitos anos, conseguindo autênticas maravilhas do marketing, e embora a IDFA e a NMPF estejam a fazer petição à FDA, as 3 actuam pela mesma cartilha bastando citar o exemplo de Jay Rockfeller que é ao mesmo tempo Senador, secretário do Comércio, Secretário da Ciência e Transportes entre muitos outros cargos (entre eles cargos na FDA), e neste exemplo não é de surpreender que a IDFA tenha o cunho de Jay Rockefeller que é também responsável pela fiscalização dos produtos e serviços ao consumidor, que inclui os testes a substâncias tóxicas… se lermos com atenção os cargos e as influências a família Rockefeller está a meter uma petição à família Rockfeller!
Não vamos entrar em detalhes sobre o Aspartame até porque possuímos já vários artigos sobre isso neste website e nem vamos discutir a validade e utilidade do leite porque está espalhado pelos artigos e comentários nos artigos mais visitados, no entanto achamos muito relevante que se saiba que se está deliberadamente a piorar a qualidade do leite pondo em perigo a saúde pública… mas cada um que faça a sua própria investigação e desta vez enchemos a lista de material para que haja menos puristas com o argumento da falta de fontes.

 

 Fontes:

http://www.idfa.org/files/resources/milk_petition_031009_final.pdf

http://www.idfa.org/news–views/headline-news/details/7991/

http://www.rockefeller.senate.gov/public/index.cfm/committee-assignments

http://www.ezvote.org/page.asp?content=2013_14_open_seats&g=idfa&parent=BIPAC

http://www.uabmedicine.org/news/Food+%28sugar+substitutes%29

http://www.mpwhi.com/aspartame_methanol_and_public_health.pdf

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22385158

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/16507461

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23097267

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/17805418

http://www.activistpost.com/2013/02/aspartame-in-milk-without-label-big.html

http://www.prisonplanet.com/u-s-dairy-industry-petitions-fda-to-approve-aspartame-as-hidden-unlabeled-additive-in-milk-yogurt-eggnog-and-cream.html

Obrigado por nos dizer como este artigo o fez sentir! Agora conte a todos partilhando - .
Como este artigo o faz sentir?
  • Fora de Mim
  • Fascinado
  • Apoiado
  • Indiferente
  • Assustado
  • Chateado
Partilhas