Polémico Saúde

600 médicos, dentistas e cientistas exigem o fim do flúor!

flor_dees1 Nos Estados Unidos da América deu entrada no Congresso um pedido de eliminação de flúor na água em nome da organização Fluoride Action Network (FAN). Mais de 600 profissionais de saúde, incluindo laureados por prémios Nobel, oficiais de Agências  de Protecção Ambiental, membros do Concelho Nacional de Investigação no painel da toxicologia do fluoreto assinaram este pedido.

O relatório entregue ao Congresso exige que os membros «reconheçam que a fluoretação da água está obsoleta e constitui um risco sério para a saúde pública que ultrapassa qualquer benefício mínimo, violanda a ética médica e negando a liberdade de escolha de cada um.»

Cita oito recentes eventos que impelem a uma urgente eliminação do flúor na água e de entre estes:

  • Um relatório de 500 páginas sobre a toxicologia do fluoreto elaborado pelo Concelho Nacional de Investigação das Academias NAcionais, publicado em 2006;
  • Provas e evidências dos Centros de Control de Doenças nos Estados Unidos que encontram 32% de crianças com fluorosis, causada pelo fluoreto;
  • A Associação Médica Dentária Americana alterou a sua posição recomendando a remoção de todas as fontes de flúor a crianças especialmente antes dos 12 meses de vida;
  • A Universidade de Harvard publicou um estudo onde o osteosarcoma (cancro ósseo) aumentou 5 a 7 vezes mais em pessoas expostas ao fluoreto nas idades entre os 6 e os 8 anos;
  • O reconhecimento dos Centros de Control de Doenças de que o fluoreto previne o desgaste dentário quando aplicado de forma tópica e não de forma sistémica.

teeth-fluorosis

O relatório pede aos membros do Congresso que apoiem uma auditoria à fluoretação requerendo provas científicas de que a fluoretação é necessária ou pelo menos útil.
De acordo com o Dr. Arvid Carlsson, laureado pelo Nobel da Medicina no ano 2000, «a fluoretação é contra todos os princípios modernos da farmacologia, completamente obsoleto.»

Se ainda pensa que fllúor, ou fluoreto, na água é uma «coisa» boa, talvez esta notícia lhe apareça como uma surpresa, mas tal como os supracitados Centros de Control de Doenças afirmam claramente a fluoretação não produz qualquer efeito benéfico para a população.
Na realidade os efeito sda fluoretação são:

  • Aumento do risco de fracturas ósseas;
  • Redução drástica do funcionamento da Tiróide;
  • Redução do desenvolvimento do QI;
  • Causa de artrite e doenças semelhantes bem como fluorosis dental;
  • Possibilidade de aumentar o cancro ósseo (osteosarcoma)

O facto de países como Portugal consumir água fluoretada há mais de 50 anos tem sido uma experiência onde as cobaias são os humanos sem sequer estarem cientes disso.

Fontes:
Fluoride Action Network August 9, 2007
Medical News Today August 10, 2007
The Fluoride Deception.

NaturalNews

Obrigado por nos dizer como este artigo o fez sentir! Agora conte a todos partilhando - .
Como este artigo o faz sentir?
  • Fora de Mim
  • Fascinado
  • Apoiado
  • Indiferente
  • Assustado
  • Chateado
  • Francisco Gentil Apolonio

    Assim se vê como cuidam da saúde pública! É tudo subordinado ao lucro até a saúde pública!!!

  • Paulo Capel Narvai

    Sou Professor de Saúde Pública na Universidade de São Paulo e pesquiso o assunto. Publiquei vários artigos em revistas científicas arbitradas por pares. Até onde meus conhecimentos alcançam, posso afirmar que a fluoretação das águas de abastecimento público é uma tecnologia de saúde pública segura para a saúde humana e eficaz para a prevenção da cárie dentária. Aqui no Brasil, por exemplo, não podemos abrir mão dessa medida preventiva estratégica para a saúde pública em meu país.

    • Infelizmente, e perante a pouca informação que possuímos em nosso poder, temos apenas a certeza que os níveis de fluoretos em território Brasileiro são bem mais baixos do que os utilizados pelas autoridades Portuguesas. Obrigado pela participação.

    • Aline Manfro

      Comentário Fantástico, caro Prof. Paulo Narvai! Graças a fluoretação das agua do sistema de abastecimento, a prevalência e severidade da doença cárie dental caiu muito em nosso país! Excelente!

    • guilhas

      Segura ou não, deviam deixar as pessoas escolher!

    • Alexandra Bona Abreu

      para sanar o problema da cárie deveria ser eliminada as suas causas, e não remediá-la com flúor que é um veneno!

    • Neide Amaral

      Pelo jeito teus conhecimentos alcançam apenas teus próprios artigos na estante.

  • Filipe Lumertz

    A diferença entre veneno e remédio é a dose! a fluoretação das águas em torno de 1ppm, dependendo da região, é algo extremamente eficaz contra a carie, principalmente para a população de baixas renda.

    • A fluoretação das águas é ineficaz em qualquer dose contra cáries caro Filipe. Actualize o conhecimento 😉

      • Lucas Firmino

        Gostaria de manter o contato com voces de Portugal, ja temos pessoas cientes em meu país que ja estao tomando algumas providencias, lgoo a noticia se espalhará. Temos que acordar…

  • Yuri K. Scott

    Graças a Deus estamos acordando, o flour era coloca nos campos de concentração, por que os EUA começou a colocar somente depois da Segunda Guerra Mundial.

    http://farmwars.info/?p=7791

  • Daniel

    Já vem na pasta (creme) dental.

  • Ricardo Saltão

    Ainda na semana passada saiu na comunicação social que o o Reino Unido vendeu armas químicas à Síria. Essas armas eram fluoreto de sódio e fluoreto de potássio.

  • Daniel Pereira

    Não sei como evoluiu este assunto desde que foi escrito o artigo, mas encontrei esta tabela sobre a % e o número de pessoas na europa que possui água fluoretada. De acordo com ela Portugal não adiciona flúor às suas águas. Isto é um tema que só há pouco tempo tive conhecimento, por isso ainda não estou muito por dentro do assunto e gostaria de ouvir mais opiniões 🙂

    Fica aqui a tal tabela: http://fluoridealert.org/content/water_europe/

    • Infelizmente os dados que temos são contrários a esses. Aliás segundo a tabela que mostra a BFS estimou esses valores em 2010 e 2011, ora nessa exacta altura existiram inclusive debates para se propor a remoção do flúor, e foram inconclusivos. Provavelmente a posição da BFS não inclui todos os fluoretos ou trata-se das habituais discrepâncias de diferentes estudos com diferentes ‘agendas’ 🙁

      http://portugalmundial.com/2013/03/fluor-na-agua/

Partilhas