Astronomia Ciência Insólito

Coincidência Cósmica: ISON e ENCKE visitam Mercúrio!

aqui

aquiQuais são as probabilidades? A 18 de Novembro e 19 não um, mas dois cometas vão voar pelo planeta Mercúrio fazendo uma visita bem aproximada.

“Esta é uma coincidência única”, diz Ron Vervack astrónomo da Johns Hopkins University Applied Physics Lab e um membro da equipa de ciência para a sonda MESSENGER da NASA “, é uma oportunidade de ouro para estudar dois cometas que passam perto do sol. “

A 18 de Novembro o cometa Encke passa dentro de 0,025 AU de Mercúrio, seguido de ISON a 0,24 UA (1 UA é a distância entre o Sol e a Terra, 150.000 mil quilómetros) . A sonda Messenger, que está em órbita de Mercúrio, vai virar os seus sensores para os cometas que passam para uma investigação à queima-roupa de ambos.

A dupla voadora fará uma emocionante aparição perto de Mercúrio, diz Vervack , mas ”isso torna as coisas um pouco loucas. Temos que correr para completar as nossas observações do cometa Encke, em seguida, fazê-lo mais uma vez para ISON . Tudo está a acontecer mais ou menos ao mesmo tempo.”

A MESSENGER foi projectada para estudar Mercúrio, não cometas “, mas é uma nave espacial capaz com um pacote de instrumentos versátil “, acrescenta . “Esperamos obter alguns importantes dados”. Espectrómetros a bordo vão analisar a composição química dos dois cometas enquanto as câmaras da MESSENGER tiram fotos de ambientes, jactos e caudas .

O ISON já é um favorito da media mainstream e os astrónomos têm-no seguido desde Setembro 2012, quando foi descoberto numa trajectória que o levaria perigosamente perto do Sol. A 28 de Novembro de 2013, Dia de Acção de Graças nos EUA, ISON vai passar através da atmosfera do Sol a pouco mais de um milhão de quilómetros acima da superfície ardente do sol. Se o cometa de gelo sobreviver, pode emergir como um objecto a olho nu bonito para observadores no hemisfério norte. O vislumbre do ISON pela MESSENGER, à medida que mergulha para dentro da área solar, pode dar aos astrónomos os dados necessários para prever o destino mais correcto do cometa.

O cometa Encke é menos conhecido , mas não menos interessante. Por um lado, é a fonte da chuva de meteoros Taurid , uma exposição lenta das bolas de fogo à meia-noite, que ocorre todos os anos até meados de Novembro. O Cometa Encke mergulha dentro da órbita de Mercúrio a cada 3,3 anos, por isso é regularmente exposto a actividade solar. Em 2007, a sonda STEREO da NASA observou como uma tempestade solar arrancou o rabo de Encke – que rapidamente voltou a crescer.

“Vamos apanhar o Cometa Encke poucos dias antes de sua maior aproximação ao sol (0,3 UA)“, diz Vervack “, então nós começamos a vê-lo na sua forma mais activa. “

Ironicamente, o facto de a Messenger ser projectada para estudar um planeta rochoso pode ser vantajoso para os cometas gelados já que os Espectrómetros de raios-x podem detectar sinais de poeiras sólidas nos cometas.

“Esperamos obter as primeiras detecções definitivas de emissões de raios-x de silício, magnésio e alumínio “, explica ele . ”Se pensar num cometa como uma bola de neve suja , estes são elementos que compõem a sujeira. Perto do Sol é o lugar onde esperamos que essa sujeira vá ser vaporizada .“

No total, Vervack espera que a MESSENGER possa recolher imensos dados importantes sobre o cometa Encke e o cometa ISON em 15 horas. Vervack diz que as primeiras imagens serão transmitidas para trás e lançadas ao público dentro de dias. ” Não há garantias “, adverte ele , “mas eu mal posso esperar para ver as fotos. “

Fonte: Science@NASA

Obrigado por nos dizer como este artigo o fez sentir! Agora conte a todos partilhando - .
Como este artigo o faz sentir?
  • Fora de Mim
  • Fascinado
  • Apoiado
  • Indiferente
  • Assustado
  • Chateado
Partilhas