Sociedade Sustentabilidade

Os encontros secretos da sociedade Rainbow, uma realidade baseada em amor!

O Rainbow Gathering é um encontro nómada de pessoas que renegam de alguma forma o caminho errado que a sociedade humana está a perseguir. Com leis baseadas no amor, na cooperação e na igualdade. Uma vez por anos centenas de pessoas levam a humanidade à natureza de forma saudável!

slide_242208_1315838_free-1024x680

Rainbow Gathering [encontro arco-íris] é um festival que já tem 40 anos, e a cada edição reúne centenas de pessoas, em acampamentos ao ar livre para celebrar e praticar ideais de paz, amor, harmonia, liberdade e comunidade, como uma alternativa ao consumismo, capitalismo e costumes vigentes. Os encontros do Rainbow são feitos em locais de matas, rios e cascatas, bem distantes das grandes metrópoles dominadas pelo sistema capitalista ou da civilização mainstream a que chamam “Babilónia” (termo que herdam do Novo Testamento bíblico).

Os encontros anuais começaram por ser realizados maioritariamente nos EUA e depois alastrou para o território europeu. Também conhecidos por Família Arco-Íris (Rainbow Family) são uma expressão do impulso utópico combinado com o boemiismo e a cultura hipster e hippie com raízes marcantes da contracultura dos anos 60.
Todos os anos em Julho realiza-se o encontro americano na Floresta Nacional dos Estados Unidos e durante o resto do ano, um pouco por todo o mundo vão havendo outros encontros com maior ou menor adesão dependendo do local onde são efectuados.

Alguns encontros do grupo – que ocorreram em Espanha, México e Canadá – foram fotografados durante três anos pelo fotógrafo canadiano Benoit Paillé, participante do grupo há sete anos. As fotografias são raras, pois o Rainbow Gathering não costuma permitir a produção de imagens durante os seus encontros. Paillé captou a beleza daqueles a quem se refere como seus irmãos e irmãs, resultando em belíssimas fotografias repletas de cores, olhares e sentimentos puros.

[divide style=”2″]

A família não possui líderes de qualquer espécie, não possui estrutura nem porta-voz. No entanto existem regras de convivência a que todos acedem para o bem da comunidade (eis algumas das várias regras, que mesmo assim variam de encontro para encontro):

  1. As bebidas alcoólicas são desencorajadas e proibidas por todo o evento excepto na tenda da entrada;
  2. Todas as drogas químicas estão banidas;
  3. Drogas naturais (especialmente marijuana ou ayahuasca) são toleradas mas especialmente em momentos cerimoniais e ritualísticos;
  4. Tudo deve ser mantido e reciclado, em especial o lixo.
  5. Os restos dos alimentos devem ser postos no centro improvisado de compostagem
  6. É proibido o uso de detergentes, sabonetes, shampoo ou outros semelhantes nos cursos dos rios ou lagos naturais, havendo locais apropriados com esgotos preparados para filtrar essas águas químicas.
  7. É proibido tirar fotografias ou filmar sem expressa autorização dos fotografados
  8. Pessoas doentes ou debilitadas por alguma razão devem dirigir-se a tendas especiais a que chamam Casas da Cura
  9. A cozinha é colectiva e a dieta é vegetariana. As refeições ocorrem no círculo central, em volta da fogueira – local considerado o coração do encontro, onde são dados os avisos gerais

A comunidade vai organizando por si mesma os vários eventos ao longo do encontro. Após a refeição é passado um “chapéu mágico”, por meio do qual se arrecada o dinheiro para a compra de alimentos. Durante o dia, pode-se participar em actividades como ioga, meditação e massagem, oferecidos pelos participantes como forma de doação, sem envolver dinheiro. À noite, há as rodas musicais e de dança ao som de reggae, música indiana e folk.

Mesmo que seja uma ou duas semanas por ano para a maioria dos participantes… estas pessoas mostram que, com mais ou menos dificuldades, é possível uma sociedade diferente, sustentável e liberta!

Obrigado por nos dizer como este artigo o fez sentir! Agora conte a todos partilhando - .
Como este artigo o faz sentir?
  • Fora de Mim
  • Fascinado
  • Apoiado
  • Indiferente
  • Assustado
  • Chateado
  • exas0

    Olá Portugal Mundial
    Os encontros Arco Íris não possuem regras, a conduta de comportamentos
    (senso comum) rege-se pela consciência colectiva da Família presente. Entenda-se por
    família a Humanidade na sua totalidade, e todos os seres vivos Presentes
    neste Universo. A experiência passada diz nos como rectificar melhorar e
    estabelecer comportamentos que vão de encontro o bem estar do colectivo
    e do Ambiente que nos rodeia. Comportamentos tais como: O respeito pelo
    espaço de cada um, o respeito pelo espaço colectivo, o respeito pela
    Natureza, a higiene na cozinha, a valorização da partilha etc, etc. A
    tomada de consciência cultivada e praticada no Encontro é a Unidade
    entre todos os seres e o Universo.
    O circulo realizado á volta do
    fogo central consiste num ritual transmitido pelos nossos antepassados,
    um ritual que simboliza a igualdade entre todos.
    A diversidade de
    culturas etnias idades e partilha transporta-nos a um espaço / tempo
    surreal repleto de magia aprendizagem e evolução.

Partilhas