Insólito Tecnologia

«Estamos a construir o Homem de Ferro!» afirma Obama…

612849920981643298
O discurso oficial do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, após uma reunião com engenheiros e funcionários do Pentágono no último dia 25 poderia ter sido um como outro qualquer. Mas não foi. Nele, Obama disse as seguintes palavras: “Basicamente, estou aqui para anunciar que estamos a construir o Homem de Ferro. Este é um projecto secreto no qual trabalhamos há muito tempo”. Depois ele desconversou: “Na verdade, não… Talvez. É confidencial”.

As pessoas presentes riram, mas a mais pura verdade é que de acordo com notícias e informações em geral é a mais pura das verdades sim… os militares dos EUA estão a construir um “Homem de Ferro”. E não falamos de um plano mirabolante para as próximas décadas: os primeiros protótipos devem estar prontos já em Junho deste ano. Confira o trecho do discurso em que Obama fala sobre o assunto.

A grande jogada aqui é que isto tudo que Obama declarou em tom de brincadeira é real. Não apenas o Pentágono trabalha na construção de um Homem de Ferro, como também este facto já havia sido confirmado pelo Exército dos EUA algumas vezes. Na realidade, junto com outro tipo de robots, o Homem de Ferro é uma das maiores apostas do Exército, assim como a Força Aérea e a Marinha americana apostam em drones (veículos aéreos não tripulados).

No ano passado, o site Gizmodo já havia noticiado o facto. À época, já se sabia até os componentes que a armadura dos “Homens de Ferro” do Exército teriam. Oficialmente chamada de Uniforme Leve Operador de Ataques Tácticos (TALOS, na sigla em inglês), a vestimenta pode não ter a capacidade de voar, nem pequenos mísseis acoplados, mas a sua lista de recursos ainda é extremamente impressionante.

A ideia é que os uniformes rígidos tenham protecção anti-bala e anto-choque graças a uma armadura que reveste tanto a superfície macia e flexível da armadura até a parte de metal mais dura e sólida, capaz de repelir com segurança uma corrente eléctrica, por exemplo. Além disso, deve ter capacidade corta-fogo. O Exército também havia mostrado interesse na função de armazenamento e libertação de energia para evitar lesões e melhorar o desempenho dos seus soldados. Ou melhor, homens de ferro. Para completar, a vestimenta terá sensores integrados de comunicação, corporais e externos, além de um ecrã que trará informações e gráficos em tempo real da batalha em questão. Isso e uns óculos de visão nocturna, que não podiam faltar. Todas essas tecnologias, por mais futuristas que possam parecer, já existem e estão disponíveis à equipa que trabalha neste grande projecto.

William McRaven, chefe do Comando de Operações Especiais dos Estados Unidos, confirmou que três protótipos já estão montados e devem ser entregues em Junho para testes. É o primeiro passo até a efectiva implantação dos Homens de Ferro, prevista para Agosto de 2018. Segundo McRaven, o processo produzirá uma melhoria revolucionária na capacidade de sobrevivência dos utilizadores – uma enorme vantagem comparativa sobre os inimigos.
Nada mais nada menos do que 95 instituições dos EUA estão envolvidas no projecto: 56 empresas privadas, 16 agências governamentais, 13 universidades e 10 laboratórios nacionais. Agora é esperar para ver se os protótipos que serão apresentados daqui a 4 meses corresponderão às expectativas. E se, em 2018, nas guerras em que os Estados Unidos costumam se meter com as suas razões discutíveis, os seus homens se parecerão menos com soldados da Segunda Guerra e mais com super-heróis de filmes de Hollywood.

Fonte: Sploid Gizmodo

Obrigado por nos dizer como este artigo o fez sentir! Agora conte a todos partilhando - .
Como este artigo o faz sentir?
  • Fora de Mim
  • Fascinado
  • Apoiado
  • Indiferente
  • Assustado
  • Chateado
Partilhas