Sustentabilidade

ONU recomenda mudança global para dieta sem carne e sem laticínios

a-cattle-farm-at-Estancia-002Um consumo reduzido de produtos de origem animal é necessário para salvar o mundo dos piores impactos das mudanças climáticas, diz relatório da ONU

Uma mudança global para uma dieta vegana é vital para salvar o mundo da fome, da escassez de combustíveis e dos piores impactos das mudanças climáticas, afirmou hoje um relatório da ONU. Na medida em que a população mundial avança para o número previsível de 9,1 biliões de pessoas em 2050 e o apetite por carne e lacticínios ocidental é insustentável, diz o relatório do painel internacional de gestão de recursos sustentáveis do Programa Ambiental das Nações Unidas (UNEP).
Diz o relatório: “Espera-se que os impactos da agricultura cresçam substancialmente devido ao crescimento da população e do consumo de produtos de origem animal. Ao contrário dos que ocorre com os combustíveis fósseis, é difícil procurar por alternativas: as pessoas têm que comer. Uma redução substancial nos impactos somente seria possível com uma mudança substancial na alimentação, eliminando produtos de origem animal”.
O professor Edgar Hertwich, principal autor do relatório, disse: “Produtos de origem animal causam mais danos do que produzir minerais de construção como areia e cimento, plásticos e metais. A biomassa e plantações para alimentar animais causam tanto dano quanto queimar combustíveis fósseis”.
A recomendação segue o conselho de Lorde Nicholas Stern, ex-conselheiro do governo trabalhista inglês sobre a economia das mudanças climáticas. O Dr. Rajendra Pachauri, director do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC), também fez um apelo para que as pessoas observem um dia sem carne por semana para reduzir emissões de carbono.
O painel de especialistas categorizou produtos, recursos e actividades económicas e de transporte de acordo com seus impactos ambientais. A agricultura se equiparou com o consumo de combustível fóssil porque ambos crescem rapidamente com  o desenvolvimento económico, eles disseram.
Ernst von Weizsaecker, um dos cientistas especializados em meio ambiente que coordenaram o painel, disse: “A crescente riqueza económica está levando a um maior consumo de carne e lacticínios – os rebanhos agora consomem boa parte das colheitas do mundo e, por inferência, uma grande quantidade de água doce, fertilizantes e pesticidas”.
Tanto a energia quanto a agricultura precisam ser “dissociadas” do crescimento econômico porque os impactos ambientaris aumentam grosso modo 80% quando a renda dobra, afirma o relatório.
Achim Steiner, subsecretário geral da ONU e director executivo da UNEP,afirmou: “Separar o crescimento dos danos ambientais é o desafio número um de todos os governos de um mundo em que o número de pessoas cresce exponencialmente, aumentando a demanda consumista e persistindo o desafio de aliviar a miséria e a pobreza”.
O painel, que fez uso de diversos estudos incluindo o Millennium Ecosystem Assessment (avaliação do ecossistema no milénio), cita os seguintes itens de pressão ambiental como prioridade para os governos do mundo: mudanças climáticas, mudanças de habitats,  uso com desperdício de nitrogénio e fósforo em fertilizantes, exploração excessiva dos oceanos e rios por meio da pesca, exploração de florestas e outros recursos, espécies invasoras, fontes  não seguras de água potável e falta de saneamento básico, exposição ao chumbo, poluição do ar urbano e contaminação por outros metais pesados.

A agricultura, particularmente a carne e os lacticínios, é responsável pelo consumo de 70% de água fresca do planeta, 38% do uso da terra e 19% da emissão de gases de efeito estufa, diz o relatório, que foi liberado para coincidir com o dia Mundial do Meio Ambiente no sábado.

Ano passado, a Organização de Alimentos e Agricultura da ONU (FAO) disse que a produção de alimentos teria de aumentar em 70% para suprir as demandas em 2050. O painel afirmou que os avanços na agricultura serão ultrapassados pelo crescimento populacional.

O professor Hertwich, que é também director de um programa de ecologia industrial na Universidade Norueguesa de Ciência e Tecnologia, disse que os países em desenvolvimento, onde se dará grande parte do crescimento populacional, não devem seguir os padrões de consumo ocidentais: “Os países em desenvolvimento não devem seguir nossos modelos. Mas cabe a nós desenvolver tecnologias em, digamos, energia renovável e métodos de irrigação.”

Fonte: Guardian

Leia o  relatório

Obrigado por nos dizer como este artigo o fez sentir! Agora conte a todos partilhando - .
Como este artigo o faz sentir?
  • Fora de Mim
  • Fascinado
  • Apoiado
  • Indiferente
  • Assustado
  • Chateado
  • Fati M. De Freit

    A ONU abriu os olhos !

  • Salomon Weeyabix

    Registre-se também que a emissão de gases de efeito estufa aumenta exponencialmente, através da digestão de bilhões de herbívoros.

  • Theodora Fischli

    Quais as sugestões para a humanidade, diga-se em especial para os mais abastados, se convencerem a renunciar a hábitos tão gostosos, mas tão prejudiciais ao nosso querido e único globo – inclusive a eles mesmos, em termos de saúde?

  • Pedro Alves

    O relatório NÃO refere o vegetarianismo e muito menos o veganismo!
    O relatório incide sobre métodos de produção pecuária mais eficientes.

    • Lucia Moreira

      padre ,veganismo ja,, ñ esqueça padre Francisco de Assis,era vegetariano, e muitos outros santos catolicos eram vegetarianos pelos animais

      • Pedro Alves

        O meu comentário é científico e não religioso.
        Eu contestei a escandalosa manipulação que a notícia fez da informação que está no relatório.
        Francisco de Assis não era padre, nem vegetariano.
        Jesus também não.
        Eles comiam peixe e, que eu saiba, os peixes não são plantas…

        • Carioca

          Vegetarianos comem peixe. Os Veganos não!

          • Cassia Bruel

            Ué, vegetariano não é aquele que não come carne? Peixe não é carne?

          • Anete Blefari

            Vegetarianos NÃO comem peixe, nenhum tipo de produto que venha do reino animal. Podem comer derivados, mas não a carne de animais de qualquer espécie. Isto é falta de informação.

          • Laís Souza

            Nope, derivados são ovolactovegetarianos 🙂

          • Quem come peixe NÃO É vegetariano.
            Quem se declara vegetariano e come peixe é hipocritariano.

          • Wilton Rei’s

            Desculpa me intrometer nessa discussão mas sinceramente o fato de Jesus não ser vegetariano, não vem ao caso agora, a vida continuou seguindo para todos, prova disso é que até na Bíblia tem velho testamento, se naquela época Jesus e seus discípulos comiam carne, atualmente de acordo com o atrasado relatório da ONU, hoje não se tem mais condição de continuar a dieta ” carnivora” o ar que respiramos, a água que bebemos e o grão que mata a nossa fome, sempre será mais importante do que o cadáver que comemos para matar a nossa gula primitiva. Gente vamos deixar de justificar nossos erros com atitudes alheia, sejamos nós mesmo o responsável por nossa história. Na época de Jesus não se falavam em aquecimento global, hoje somos todos conhecedores e estamos fazendo o que para evitar???? Churrasco???!

          • Grassinha

            melhor ler isso que ser cega..

            affe informe-se antes de postar achismos..

            Vegetarino = ser que vive de vegetais..

            No brasil existem varias ramificações, ovo lacto vegetariano, ovo vegetariano, lacto vegetariano, vegan.. mas definitivamente, se uma pessoa come animais (ou agora peixe da na horta?) ela não é vegetariana.

          • Elis Hernandez

            vegetairanos não comem peixe ‘-‘, você não sabe do que está falando…
            Vegetarianos não comem CARNE, e bom, peixe é carne.
            Alguns vegetarianos ingerem lacticínios e ovos.
            Os VEGANOS não ingerem nada que tenha origem animal e ainda se esforçam para não usar nenhum produto que tenha origem animal ou seja testado em animais.
            Eu sei porque sou vegetariana, tenho amigos vegetarianos e veganos.

        • Carolina Caires

          Jesus Cristo NÃO comia peixe.

          Leiam o EVANGELHO DOS DOZE SANTOS:

          (O Evangelho dos Doze Santos*)

          ENSINAMENTO 21

          “Vim para abolir as festas sangrentas e os sacrifícios, e se não cessais de sacrificar e comer carne e sangue dos animais, a ira de Deus não terminará de persegui-los, como também perseguiu a vossos antepassados no deserto, que se dedicaram a comer carne e que foram eliminados por epidemias e pestes.”

          ENSINAMENTO 38

          “Deus concede os GRÃOS e os FRUTOS da terra para alimento e, para o homem verdadeiramente íntegro, não há outro sustento para o corpo que seja lícito.”

          “Afastai vossas mãos do derramamento de sangue e não permitais que nenhum alimento de carne entre em vossas bocas, porque Deus é justo e bondoso, e ordenou que o homem viverá pelos FRUTOS e SEMENTES da terra somente.”

          “E o que sempre fizestes ao menor desses, meus filhos, fizestes a mim. Porque eu estou neles e eles estão em mim.
          Verdadeiramente, estou em todas as criaturas e todas as criaturas estão em mim.
          Em todas as suas alegrias eu me regozijo, em todas as suas aflições sou afligido. Portanto digo-vos: sede ternos uns com os outros e com TODAS as criaturas de Deus.”

          ———————————

          *Em 1880 o reverendo inglês Gideon Ouseley achou um manuscrito chamado O “Evangelho dos Doze Santos” num monastério budista na índia, escrito em aramaico – a língua que Jesus falava – que teria sido levado para o Oriente por essênios refugiados.

          Nessa versão desconhecida do Novo Testamento se revela mesmo um Jesus que defendia a crença na Reencarnação e era vegetariano, pois condenava o próprio morticínio dos animais.

          • Clinica Veterinaria Doctorvet

            Fonte??

          • Eduardo Costa

            Carolina, gosto de suas ideias. Não sou cristão, mas prefiro o Jesus que você descreve. Mesmo os evangelhos tradicionais não mostram claramente Jesus comendo carne. Há uma passagem de Jesus aceitando peixe depois da ressurreição, mas é claramente interpolada. Quero dizer, a gente percebe que aquele grego não se encaixa com o resto do texto. Acreditar em um Deus justo e bondoso deve ajudar-nos a ser pessoas melhores. Da mesma forma que ser ateu, mas respeitar a vida e lutar para que o universo seja um lugar melhor, como fazia meu saudoso professor Carl Sagan. Em Cornell, almoçávamos juntos em um restaurante vegetariano de College Town. Saudades.

        • Carolina Caires

          Jesus Cristo (O Evangelho Essênio da Paz**)

          “E a carne de animais mortos em seu corpo transformar-se-á em seu próprio túmulo.

          Pois, em verdade vos digo, quem mata, mata-se a si e quem come a carne de animais mortos come o corpo da
          morte.”

          —————————

          **Existe um Manuscrito encontrado nos arquivos do Vaticano em 1923, pelo húngaro Edmond Szekely que obteve permissão para pesquisar os arquivos secretos à procura de livros que teriam influenciado São Francisco de Assis, que confirmam este facto. Szekely vagueou pelos mais de 40 quilómetros de estantes com pergaminhos e papiros milenares e manuscritos originais de muitos santos e apóstolos condenados a permanecer escondidos para sempre. De todas as raridades viu uma obra que lhe chamou a atenção. Era O Evangelho Essênio da Paz. O livro teria sido escrito pelo apóstolo João e narrava passagens desconhecidas na Bíblia sobre a vida de Jesus Cristo. Ele traduziu o texto e o publicou em quatro Volumes. A Igreja sentindo-se traída pelo pesquisador, excomungou-o.

          • Pedro Alves

            Cristianismo não se resume à Igreja de Roma. Apesar das suas divergências, TODAS as Igrejas Apostólicas – Romana, Orientais ou Africanas – concordam que Jesus NÃO era vegetariano.
            Também os textos maometanos são concordantes.
            Não torça a evidência documental e o que se sabe sobre a sociedade judaica da época, para servir os seus intentos. É ridículo considerar como «verdade» o que está escrito num suposto documento secreto duma seita ultraminoritária, quando TUDO o resto mostra o oposto!

          • Carolina Caires

            Você acredita no que quiser, caro.

          • Pedro Alves

            Quem «acredita» contra toda a evidência disponível é a Carolina, não eu.
            Se quer ser vegetariana, seja!
            Se acha que as plantas são inferiores aos animais e, que, portanto, podem ser comidas sem problemas de consciência, é consigo.
            Mas não tente justificar-se com ideias absurdas!
            Jesus não era vegetariano.

          • Carolina Caires

            Vou te explicar o que é vegetarianismo estrito (ou ético) ou Veganusmo

            Veganismo é a filosofia da NÃO-VIOLÊNCIA e RESPEITO À VIDA: Vida Animal, Vegetal e Humana, ou seja, TODA forma de vida do Planeta, independente da espécie.

            VEGANISMO não se trata de não se alimentar de vidas, pois, como sabemos, plantas também têm vida.

            Trata-se de não causar SOFRIMENTO desnecessário.

            Por que desnecessário? Porque se HOJE EM DIA não precisamos de carne para nos bem nutrir, então é desnecessário comer animais.

            Animais SOFREM. Plantas NÃO SOFREM, pois, até onde se sabe, não têm sistema nervoso ou cérebro, por isso não podem sofrer.

            E ainda que tivessem: dietas sem carne consomem um MENOR número de vegetais, pois dispensam ‘matar’ plantas para alimentar os animais para abate (plantações de grãos para ração animal) e o desmatamento para abrir espaço para criação de bovinos.

            Então, TAMBÉM POR RESPEITO À VIDA VEGETAL, a dieta vegetariana é a mais indicada: não causa NENHUM sofrimento nem morte de animais para alimentação e causa o MENOR consumo de vegetais.

            Na verdade, a maioria das pessoas se esquecem disso: de que, ao comerem um animal, este animal já se alimentou de vegetais. Então a planta JÁ morreu. O animal seria apenas um intermediário (desnecessário) nessa cadeia alimentar.

            E, ainda, esse intermediário causa um maior consumo de vegetais do que se nos alimentássemos diretamente das plantas:

            “Mesmo que seja fonte de proteínas, a carne bovina não é “rentável” do ponto de vista alimentar: são necessárias 3 calorias vegetais para produzir uma caloria de carne de ave, 7 para uma caloria de porco e 9 para uma caloria bovina. Dessa maneira, mais de um terço (37%) da produção mundial de cereais serve para alimentar o gado – 56% nos países ricos – segundo o World Ressources Institute.”

            (Lembrando ainda que nem todo vegetal precisa ‘morrer’ para nos alimentar: as frutas, as amêndoas e castanhas, os grãos e as sementes são um presente da natureza para nos alimentarmos sem causar morte e são importantes ingredientes da dieta vegetariana.)

            Por isso, VEGANISMO é a filosofia do RESPEITO À VIDA: Vegetal, Animal E HUMANA.

          • Bruno Miguel

            boas com todo respeito sr padre….
            JESUS CRISTO VIVEU NO MOSTEIRO DE LHASSA, NO TIBET…

            no mosteiro central do Lhassa, o mais povoado do Tibet, sua biblioteca é a mais rica e seus monges os mais instruídos e estudiosos.
            como os monges são vegetarianos e jesus estodou com eles é possível ter sido vegetariano…
            se esta com duvidas senhor padre sai do corpo e pergunta ao próprio jesus nas cidades espirituais…

          • Pedro Alves

            Bruno, no século 19 o russo Nicolas Notovitch INVENTOU que Jesus tinha estado na Índia, no mosteiro de Hemis em Ladakh.
            Faça o favor de ler:

            «It remains quite clear that Notovitch’s Unknown Life of Jesus was a hoax. It is proof enough of this that Notovitch, intimidated by Max Müller’s attack, backed down and changed his story, pulling the rug out from under his subsequent defenders, who were apparently ignorant of his revisionism.»

            http://web.archive.org/web/20080621040307/http://www.westarinstitute.org/Periodicals/4R_Articles/Tibet/tibet.html

            http://en.wikipedia.org/wiki/Nicolas_Notovitch

          • Pedro Alves

            Bruno, no século 19 o russo Nicolas Notovitch INVENTOU que Jesus tinha estado na Índia, no mosteiro de Hemis em Ladakh.

            Faça o favor de ler:

            «It remains quite clear that Notovitch’s Unknown Life of Jesus was a hoax. It is proof enough of this that Notovitch, intimidated by Max Müller’s attack, backed down and changed his story, pulling the rug out from under his subsequent defenders, who were apparently ignorant of his revisionism.»

          • Pedro Alves

            Não sou padre. Não conheço provas credíveis de Jesus ter estado no Tibete: seria muito difícil. Mas isso não é relevante. E se Jesus lá tivesse estado? E então?

          • Carolina Caires

            Ridículo para mim é comer cadáveres, carne em putrefação (pois depois de assassinado, a carne do animal já começa a se decompor instantaneamente)…

          • Pedro Alves

            Se acha que os animais têm mais valor do que as plantas – vá-se lá saber porquê – não os coma. Mas não use argumentos absurdos para se justificar!
            Depois dos pseudobíblicos agora os pseudocientíficos.
            A carne não se decompõe instantaneamente.
            Mais uma crença ridícula.

          • Carolina Caires

            Vou te explicar o que é vegetarianismo estrito (ou ético) ou Veganusmo

            Veganismo é a filosofia da NÃO-VIOLÊNCIA e RESPEITO À VIDA: Vida Animal, Vegetal e Humana,  ou seja, TODA forma de vida do Planeta, independente da espécie.

            VEGANISMO não se trata de não se alimentar de vidas, pois, como sabemos, plantas também têm vida.

            Trata-se de não causar SOFRIMENTO desnecessário.

            Por que desnecessário?  Porque se HOJE EM DIA não precisamos de carne para nos bem nutrir, então é desnecessário comer animais.

            Animais SOFREM. Plantas NÃO SOFREM, pois, até onde se sabe, não têm sistema nervoso ou cérebro, por isso não podem sofrer.

            E ainda que tivessem: dietas sem carne consomem um MENOR número de vegetais, pois dispensam ‘matar’ plantas para alimentar os animais para abate (plantações de grãos para ração animal) e o desmatamento para abrir espaço para criação de bovinos.

            Então, TAMBÉM POR RESPEITO À VIDA VEGETAL, a dieta vegetariana é a mais indicada: não causa NENHUM sofrimento nem morte de animais para alimentação e causa o MENOR consumo de vegetais.

            Na verdade, a maioria das pessoas se esquecem disso: de que, ao comerem um animal, este animal já se alimentou de vegetais. Então a planta JÁ morreu. O animal seria apenas um intermediário (desnecessário) nessa cadeia alimentar.

            E, ainda, esse intermediário causa um maior consumo de vegetais do que se nos alimentássemos diretamente das plantas:

            “Mesmo que seja fonte de proteínas, a carne bovina não é “rentável” do ponto de vista alimentar: são necessárias 3 calorias vegetais para produzir uma caloria de carne de ave, 7 para uma caloria de porco e 9 para uma caloria bovina. Dessa maneira, mais de um terço (37%) da produção mundial de cereais serve para alimentar o gado – 56% nos países ricos – segundo o World Ressources Institute.”

            (Lembrando ainda que nem todo vegetal precisa ‘morrer’ para nos alimentar: as frutas, as amêndoas e castanhas, os grãos e as sementes são um presente da natureza para nos alimentarmos sem causar morte e são importantes ingredientes da dieta vegetariana.)

            Por isso, VEGANISMO é a filosofia do RESPEITO À VIDA: Vegetal, Animal E HUMANA.

          • Pedro Alves

            E porque razão os animais podem ser carnívoros?
            Será que são «maus»?!
            O nosso tubo digestivo NÃO é vegetariano.

          • Mafalda Mingacho

            Bom já tinha lido esta discussão e decidi participar. Não me pesou na escolha de ser vegana, o facto / possibilidade de Jesus ser ou não vegetariano. O que me pesou foi o sofrimento dos animais, para o qual eu contribuia apenas por capricho, por saber bem ,etc….. Os animais são carnívoros, ponto. É essa a alimentação deles e claro….não têm várias escolhas como nós certo? Comem o que há para comer! Nós somos omnívoros, ou seja, podemos comer de tudo, não temos de ser obrigatoriamente carnívoros. Atualmente está mais que provado que a carne está associada a inúmeras doenças, particularmente cancros, alguns desses artigos eram efetivamente da ONU a alertar para os perigos da carne. E com o leite é o mesmo. Nós somos os únicos mamíferos que continuam a beber leite….

            De qualquer forma, não foi por razões de saúde que tomei esta opção, mas sim por razões éticas. Se temos realmente opção de seguir outra alimentação, até mais saudável, porque não? Porque não deixar de sujeitar os animais a viverem em condições degradantes, como se de um objeto se tratassem, apenas porque gostamos de comer carne. Eu também gosto, claro! Mas gosto acima de tudo dos animais, respeito-os e acho que eles não merecem a forma como são tratados. E depois há claro toda a questão ambiental.

            Eu sou vegana há dois anos, sinto-me bem, tenho a consciência tranquila, mas também não tento forçar os outros a seguirem as minhas opções. Cada um sabe de si .

          • Pedro Alves

            Finalmente, alguém que assume ser vegana por motivos compreensíveis. Quanto aos malefícios da carne, percebo que pense serem verdadeiros, porque foi o que correu na comunicação social. No entanto, os resultados científicos factuais mostraram que as carnes de má qualidade: as produzidas na Pecuária Industrial – aquilo que o relatório critica – nos EUA fazem mal. Ao contrário, demonstrou-se que a carne de porco preto alentejano alimentado com bolota é saudável, em particular a sua gordura.

          • Pedro Alves

            Diga-me, como vegana, como obtém as proteínas e a vitamina B12 que precisa?
            Obrigado.

          • Mafalda Mingacho

            Pedro as proteínas encontro em inúmeros alimentos, posso indicar-lhe as principais fontes de proteína de origem vegetal: proteína de ervilha, 78g, Proteína de Cânhamo, 50g; Levedura de Cerveja, 45g; Pinhão, 33g; Sementes de Cânhamo, 31g; Gérmen de trigo 25g. Entre outras. Tenho uma lista bem grande que se encontra no novo livro da Gabriela Oliveira, que também indica para além das variadas receitas, fontes de ferro, cálcio, etc. Quanto á vitamina B12 é o único suplemento que tenho de fazer, 2 ou 3 vezes por semana é o suficiente. Compro no Celeiro

          • Laís Souza

            Porque os animais carnívoros necessitam de carne para sobreviver e o fazem apenas para isso. O ser humano não vive como as outras espécies para um monte de coisa, não entendo pq tanto ódio pela nossa escolha de não comer carne. E daí que o nosso tubo não é vegetariano estrito? Tb não foi feito para comer carne todo dia. Hj em dia, com suplementação B12, estamos bem tranquilos para sermos veganos e saudáveis.

          • Pedro Alves

            Eu NUNCA escrevi que os seres humanos devem «comer carne todo o dia» – não seja intelectualmente desonesta.

          • Pedro Alves

            A alimentação humana deve ser muito variada e dominada por alimentos vegetais, como é óbvio!

          • Pedro Alves

            Suplementação por vitaminas ARTIFICIAIS?!
            Que raio de «veganismo» é esse?!
            E as fábricas de vitaminas não poluem?!
            A nossa alimentação deve provir de alimentos naturais!
            Há alternativas aos animais superiores!
            Porque não come moluscos?!
            Acha que um mexilhão é «superior» a uma alface?!

          • Eduardo Costa

            Pedro, não sou cristão, apesar de ter lido a Bíblia várias vezes. Em grego, prefiro ler Platão, Homero e Sóphocles. Não gosto muito do grego Koiné. Prefiro o grego ático e o épico. Meu hebraico não é tão bom quanto meu grego, mas quando tenho dificuldades com alguma passagem, pergunto ao Sérgio Greif, que também me assessora sobre fisiologia. Em minha casa, com meus filhos, só falamos grego clássico, e meus filhos foram alfabetizados com a Politeia (República).

            Quando eu era estudante em Cornell, conversei com vários de meus professores sobre a fisiologia humana. Eu estudava exobiologia, mas era apaixonado por clássicos, por isso fiz um minor em grego. Cientistas respeitados, como James Watson, que era professor visitante, Isaac Asimov, também professor visitante, Carl Sagan, exobiologista, T. Collin Campbell, autor do China Study, todos eram meus professores. Os professores visitantes passavam curtos períodos em Ithaca, mas suas estadias eram bem proveitosas. Tínhamos longas discussões sobre a fisiologia humana, pois em Ithaca, uma cidade minúscula, não havia muito mais coisas para fazer. Todos esses biólogos estavam convictos de que o homem tem fisiologia vegetariana. Isaac Asimov, que era carnívoro, gostava de brincar que ia morrer de comer carne. Mesmo assim, reconhecia que o homem era vegetariano. Campbell tornou-se vegetariano, como você deve saber.

            Meus professores de grego foram Marcia Weinstein, que deu aulas em vários seminários cristãos e judaicos, Elisabeth Asmis, Gordon Messing, co-autor da mais completa gramática de grego e Kirkwood, um estudioso de Sappho. Pois bem, percorremos o novo testamento inteiro e não encontramos muitas evidências de Cristo comendo carne. Claro que há referência a Cristo comendo peixe depois da ressurreição. Mas você, que parece ter lido o novo testamento, há de convir que o texto é claramente uma interpolação.

            Havia uma seita que comemorava a Páscoa com pão sem fermento e vinho, em vez de carne. Pela descrição no novo testamento, parece que Jesus pertencia a essa seita.

            Quanto a discutir esses assuntos com padres e pastores, eu já desisti. Com exceção de padres ortodoxos, padres geralmente não falam grego clássico, nem mesmo Koiné. Hebraico, então, é muito difícil de encontrar um padre que fale. Judeus há muitos, como meu amigo Sérgio Greif. Que aliás é nutricionista, vegetariano e acha que Deus é contra consumo de carne. Tivemos longas discussões sobre o assunto no restaurante que fica ao lado do centro de quimioterapia da Unicamp. Quando ia acompanhar uma paciente, Sérgio Greif sempre fazia-me a gentileza de aparecer e discutir a evolução do hebraico, a bíblia e, é claro, nutrição. Em minha família, como cientistas, meu filho e eu somos apaixonados por nutrição, musculação e oncologia. Não temos dúvidas disso: o aparelho digestivo do homem é de um vegetariano.

          • Pedro Alves

            Caro Eduardo, se o tubo digestivo do homem é vegetariano porque é tão curto? Se é vegetariano, então que vegetais é suposto comermos? Se evolutivamente fôssemos vegetarianos deveríamos ser capazes de digerir vegetais crús com mais eficácia do que os ruminantes, pois o nosso metabolismo é e as nossas funções cerebrais muitíssimo mais exigentes. Mas o nosso sistema digestivo é muito ineficiente, excepto para a fruta. No entanto, a maior parte da fruta é nutricionalmente pobre: água, glúcidos e fibra. Onde estão as proteínas e as gorduras? As azeitonas, côcos ou os abacates até são mais completas mas, tendo em conta a História Evolutiva Humana, as 3 espécies não estavam disponíveis nos locais das 1as populações humanas, que comiam carne, como mostram os vestígios paleontológicos. E a vitamina B12? Nem vê-la em plantas. Mas é só ver a alimentação dos chimpanzés e dos bonobos para verificar que não são vegetarianos, eles até caçam outros mamíferos.
            O Eduardo disse ser «cientista» – de que área? -, então sabe até que ponto partilhamos o nosso ADN com aquelas 3 espécies: pelo menos 95%, e estou a ser conservador. Eles não são vegetarianos e nós somos?! Nunca foram encontrados restos arqueológicos ou paleontológicos do género Homo que mostrassem vegetarianismo. Como justifica isto? Se fôssemos «naturalmente» vegetarianos, já teríamos descoberto esse tipo de evidências, mas não, nada… Quanto ao «China Study» está mais do que desacreditado.

          • Pedro Alves

            Se o Eduardo é cientista, então deveria argumentar com argumentos científicos e não exibir uma lista de celebridades científicas, que alega terem sido seus professores. Ser aluno de A ou B nada garante – há maus alunos… Comer com este ou aquele; conversar com este ou aquele, mostra o quê? Que tal argumentar com Ciência? Se o Químico – não Biólogo – Asimov dizia que a carne o mataria, isso não tem qualquer validade científica. As preferências alimentares individuais nada provam. Que tal mostrar-me artigos científicos, escritos pelos cientistas que referiu, mostrando que o homem é naturalmente vegetariano, publicados num jornal académico exigente? Isto é que seria argumentar!

          • Pedro Alves

            Caro Eduardo, se o tubo digestivo do homem é vegetariano porque é tão curto? Se é vegetariano, então que vegetais é suposto comermos? Se evolutivamente fôssemos vegetarianos deveríamos ser capazes de digerir vegetais crús com mais eficácia do que os ruminantes, pois o nosso metabolismo é e as nossas funções cerebrais muitíssimo mais exigentes. Mas o nosso sistema digestivo é muito ineficiente, excepto para a fruta. No entanto, a maior parte da fruta é nutricionalmente pobre: água, glúcidos e fibra. Onde estão as proteínas e as gorduras? As azeitonas, côcos ou os abacates até são mais completas mas, tendo em conta a História Evolutiva Humana, as 3 espécies não estavam disponíveis nos locais das 1as populações humanas, que comiam carne, como mostram os vestígios paleontológicos. E a vitamina B12? Nem vê-la em plantas. Mas é só ver a alimentação dos chimpanzés e dos bonobos para verificar que não são vegetarianos, eles até caçam outros mamíferos.
            O Eduardo disse ser «cientista» – de que área? -, então sabe até que ponto partilhamos o nosso ADN com aquelas 3 espécies: pelo menos 95%, e estou a ser conservador. Eles não são vegetarianos e nós somos?! Nunca foram encontrados restos arqueológicos ou paleontológicos do género Homo que mostrassem vegetarianismo. Como justifica isto? Se fôssemos «naturalmente» vegetarianos, já teríamos descoberto esse tipo de evidências, mas não, nada… Quanto ao «China Study» está mais do que desacreditado.

          • Pedro Ferreira

            “E porque razão os animais podem ser carnívoros?
            Será que são «maus»?!
            O nosso tubo digestivo NÃO é vegetariano.”
            Que comentário imbecil!! Os carnívoros continuam a comer carne, esta na natureza deles. Os omnívoros como nós têm uma vantagem, têm uma maior diversidade de escolha, e de carne não dependem. Para além de que está estudado, que da para se ter uma dieta saúdavel dispensando a carne. Os vegetarianos que conheço têm uma saúde de meter inveja…
            Isto explicado para miúdos…

          • Alice Azevedo

            o relatório não é sobre religião…

          • M.

            O problema que gira á volta da irracionalidade – “Se acha que os animais têm mais valor do que as plantas (…) ” , é de facto “ridículo’ quando um humano se demonstra capaz de impor opiniões sem nexo dessas. Um comentário assim é o que estraga o mundo , ouve-se muito ” os animais são inferiores aos humanos” ” os caes reagem a estímulos não pensam” e etc etc etc ….. Se a história do mundo já não tivesse sofrido de facto momentos constantes de torturas aos próprios humanos uma pessoa ainda se via numa situação de ” deixa estar” e não contestavam! mas a verdade é que esses mesmos humanos – que apresentam as mesmas características mentais gerais penso 😮 – agora estão perante , de forma mais acessível que nunca, aos acontecimentos que se dão a cada segundo. Não só com animais!
            O “humano” acha-se capaz de alimentar um padrão social tao imundo e imposto através da típica atitude “somos superiores e as coisas são assim.”….meu deus …ignorância tal nem questiona o seguinte : ” não entendem a dávida da vida”
            Ela já é tao esmagada pela maioria que na correção automática até já aparece “dívida” .Credo.

          • Pedro Alves

            A Mónica não sabe ler! Eu defendo que as plantas NÃO são inferiores aos animais! Logo, o seu argumento “os animais são inferiores aos humanos” NÃO tem qualquer relação comigo. Quem defende que as plantas são inferiores aos animais são todos os que se recusam a comer animais, mas comem plantas sem qualquer problema.

          • MónicaM.

            Primeiro não fui eu que defendi esse argumento de “os animais são inferiores aos humanos” , nem foi você que o disse.

            O que você disse foi outras coisas, das quais algumas copiei , o que não quer dizer que tudo o que tivesse entre aspas fosse seu até porque disse -.OUVE-SE muito ” os animais são inferiores aos humanos”.
            Mas pronto , eu não sei ler como queira.
            Lá está, contra-argumentações que visam embaciar a argumentação antecedente.

        • Carolina Caires

          BÍBLIA

          Gênesis, 1:29
          “E disse Deus: Eis aí vos dei todas as ervas que dão suas sementes sobre a terra; e todas as árvores que têm em si mesmas a semente do seu gênero, para servirem de sustento a vós”.

          Gênesis, 2:9
          “Tinha também o Senhor Deus produzido da terra toda casta de árvores formosas à vista e cujo fruto era suave
          para comer”.

          Gênesis 3:18
          “E tu terás por sustento as ervas da terra”.

          No Salmo 104, versículo 14, diz David:
          “Que produzes feno para as alimárias e erva para o serviço dos homens, para fazeres sair o pão do seio da terra”.

          Paulo, em sua epístola aos romanos, capítulo 14, versículo 21, adverte:
          “Bom é não comer carne nem beber vinho, nem coisa em que teu irmão ache tropeço ou se escandalize ou se enfraqueça.”

          • Pedro Alves

            Em todas as Ceias Pascais Jesus e os Apóstolos comeram cordeiro com 1 ano, como todos os outros Judeus.

          • Carolina Caires

            Ah tá…
            Jesus Cristo, o Espírito mais elevado que já encarnou no Planeta, comia cadáveres. Ahãn!
            A Bíblia foi toda alterada pelos romanos no Concílio de Trento por Constantino, que introduziu essas passagens com carne de animais, bem como excluiu a reencarnação.
            Jesus era vegetariano estrito. Por isso citei os Evangelhos dos 12 Santos e o Essênio da Paz que não foram alterados pelo homem romano.
            Mas você acredita se quiser, claro.
            Usar Jesus para justificar o carnivorismo não dá mais …

          • Pedro Alves

            Carolina que tal aprender História?
            O Concílio de Trento, realizado de 1545 a 1563, foi o 19º concílio ecuménico…
            Constantino já estava enterrado há muito tempo…
            A Bíblias Coptas, Etíope ou Indiana, não foram influenciadas por decisões de Concílios Católicos ou Bizantinos e NÃO defendem o vegetarianismo.

          • Carolina Caires

            Concílio de Nicéia, flor.
            Obrigada pela correção.
            🙂

          • Pedro Alves

            Explique como Jesus comeu a Ceia Pascal – obrigatório comer 1 cordeiro branco, com 1 ano de idade – «sendo», simultaneamente, «vegetariano»…
            Onde estão as provas dessas supostas alterações de Constantino?
            Porque razão as Bíblias dos Cristãos da Índia, convertidos por São Tomé, ou os da Etiópia, convertidos por São Filipe, não tendo qualquer relação com Constantino, NÃO mostram Jesus como vegetariano?
            E porque não são os Cristãos dessas zonas, vegetarianos?
            Deixe-se de mitologias.

          • Lucas Bernardino

            ”Deixe-se de mitologias.”

            O que seria da Religião sem a Ciência e a história: pura mitologia. 😉

          • Adriano Oliveira

            A páscoa era realizada uma vez por ano Pedro Alves… Nao se trata pois de “consumir” carne, mas de fazer uso dela por ocasião de um ritual litúrgico que ocorria três vezes ao ano compreendendo sete festas anuais: Páscoa, Azimos e primicias na primavera; colheita, cinquenta dias depois; e trombetas, perdão e tabernáculos no outono. Fazer uso de carne por dever litúrgico não macula o regime alimentar vegetariano, assim como utilizar drogas alopaticas “eventualmente” nao faz de um homeopata um drogado. Jesus, portanto, praticava sim um regime alimentar destituído de alimentos de origem animal, o que não significa que ele fosse vegetariano estrito do tipo: “se colocar um pedaço de peixe na boca morrerei imediatamente”, mas só tipo: “cotidianamente, alimentação de origem animal não faz parte do meu cardápio”. A ONU pede ficar sem carne uma vez por semana… Ja pensou se seguisse-mos nos passos de Jesus: “consumir carne, em média, somente sete vezes por ano, por razões estritamente religiosas?

          • Sílvia Regina Gonçalves

            Que interessa isto, quando se está a falar de ÉTICA, protecção do ambiente e de um planeta que está a ser destruído pelos humanos, graças à sua gula e ambição? Se vegetariano é o estilo de vida que menos danos causa ao planeta, não inclui dor nem morte, porque hão-de nos tratar como terrorista e assassinos se isso é o que não somos. Não matamos ser sensientes para os comermos, nem pagamos para o fazer. Por isso, que fazemos nós de errado com esta opção de vida onde a ética e procupação com o ambiente importam mais que a gula? É por causa da atitude dos padres e religiões em geral que não acredito em nenhuma. As religiões são das principais causas de guerra no mundo, logo, não trazem nada de bom.

          • Miguel Pereira

            Melhor comentário, impossivel estar mais de acordo… Bem haja Sílvia Regina

          • Jose Marcelo Vieira

            Silvia, uma pergunta: existem plantas que apesar de não se enquadrarem na definição senscientes, criada pelos humanos. Se defendem da morte inserindo nas suas sementes fitatos, xeno estrógenos, isoflavonas, antinutrientes, como mecanismo de defesa, já que elas não podem se defender de outra forma. Apesar de não serem scencientes, essas formas de vida desenvolveram métodos para tentar impedir o seu consumo, e no entanto, nós humanos, as consumimos mesmo assim… não parece um tanto controverso o fato de um ser não ter cérebro, ou sistema nervoso, nem vontades, e mesmo assim, essa planta sem consciencia, sem scenciência nenhuma, ao longo das eras, esse SER VIVO desenvolve essa defesa? Exemplo que se extende à batata inglesa, à mandioca, ao feiljão, soja, grão-de-bico… plantas que os humanos precisam fazer ela simular a germinação para a semente “baixar a guarda” e poder ser consumida sem maiores danos ao organismo. Não parece estranho? Digo isso porque é fácil ter amor aos animais, e fazer de conta que as plantas estão aí é para serem comidas mesmo, isso é bem controverso.

          • Fernando

            A mensagem tem dois anos, mas tudo bem. Se vocês – veganos – estão bastante preocupados com a vida, que tal parar de comer verduras e legumes também? Dessa forma vocês evitariam a perda das vidas delas.

          • Lil

            investiguem é o “culto de mitra”.. e depois diz-me quem é que fez o que… se foram os romanos que modificaram a biblia ou se foram os cristao que imitaram a religiao dos generais e soldados romanos.

            No processo podes ir mais atras a historia ate perceberes o que realmente é a religiao e a biblia sagrada do cristianismo.

          • PayPay

            Os cristãos desde o inicio copiaram TODAS as outras religiões existentes, modificando uma ou outra ideologia e os nomes dos intervenientes!

            Vejam Zeitgeist!
            https://www.youtube.com/watch?v=LUNUXYHiqzg

          • Amanda Blessed

            Exatamente

          • Jose Marcelo Vieira

            Carnivorismo não. Está errado. É ONIVORISMO. Carnivorismo é um termo incorreto usado pelos vegetarianos para sinalizar, incorretamente, aos que comem carne, como se eles comessem somente carne, mas não é verdade. Os onívoros comem carnes e também os vegetais.

            “E a todo o animal da terra, e a toda a ave dos céus, e a todo o réptil da terra, em que há alma vivente, toda a erva verde será para mantimento; e assim foi.”
            Gênesis 1:30

          • Jose Marcelo Vieira

            Convenientemente você “esqueceu” de Genesis 1:30.: “E a todo o animal da terra, e a toda a ave dos céus, e a todo o réptil da terra, em que há alma vivente, toda a erva verde será para mantimento; e assim foi.

            Gênesis 1:30”

        • Carolina Caires

          Não acho que se deva parar de consumir carne por causa de nenhuma religião, mas, para quem acredita nisso, estão ai as informações. Já sabem que Jesus Cristo era vegetariano.

          (E antes de falarem que não há provas de que ele era vegetariano, lembrem de que não há provas de que ele comia carne.)

          • Pedro Alves

            Na Ceia Pascal era OBRIGATÓRIO comer 1 cordeiro branco sem mácula com 1 ano.
            Cordeiros não são algas…

          • Grassinha

            Jesus e os essênios

            Dr. Alberto contou um pouco sobre seu projeto, Oficina da Semente, onde desenvolve técnicas e habilidades culinárias para o preparo de alimentos orgânicos e crus, a partir do conceito de “alimento funcional”. E disse de quem recebe a maior ajuda: “eu acredito que esse trabalho vem recebendo auxilio por uma razão simples: eu conto com a ajuda de um grande cientista na caminhada desse trabalho. Um grande médico que trabalhou há 2000 anos: Jesus, o nazareno de cabelos e barba compridos, que vivia uma vida comunal no deserto da Palestina, deserto esse que era coberto de vida, de verde. Eles eram uma seita judaica que não aceitava a presença de ricos e pobres, de escravos, como havia em Jerusalém. Eles criaram uma sociedade formada por milhares de pessoas que viviam de maneira auto-sustentável no deserto. Não conheciam armas. A cada inimigo que surgia, eles apresentavam a outra face e diziam: ‘não venha nos combater, porque não temos nada para vocês levarem. Não temos ouro ou riqueza. Temos o trigo dourado pelo sol nos campos, adubados por nossas fezes e restos de alimentos, temos árvores frutíferas, criamos a vida para nossos filhos. Esse é o nosso patrimônio: o deserto, que era pura areia e hoje é um grande pomar’. Os soldados romanos ficavam pasmos e os julgavam miseráveis. Mas os essênios dominavam toda a Astronomia, todos os medicamentos. Conheciam profundamente a anatomia e fisiologia, Vestiam-se com vestes brancas e, onde quer que fossem, eram conhecidos como os terapeutas”.

            O médico explicou que Jesus também era médico, com uma visão holística sobre a causa das doenças e a cura: “Ele chegava nas vilas e, sempre acompanhado de outros essênios, dizia-lhes: vocês estão assim porque vocês mesmos fizeram isso com vossos corpos. Esqueceram-se dos anjos do sol, dos anjos da água, voltaram as costas para os anjos da terra, para os anjos do ar, para a vida e para a alegria que regem a natureza. Por isso estão doentes. Vão. Tirem suas vestes, abram os braços para os anjos do sol e recebam a luz do sol todos os dias. Depois se banhem na água e bebam a água da vida. Retomem a aliança com a natureza. Comam do trigo, que é o pão vosso de cada dia. Tomai as sementes do campo que o sol dourou. Deixai as sementes para que os anjos da água as abençoem e elas germinem. E depois de germinadas no ar, que os anjos do ar abençoaram, amassem vossas sementes e façam o pão vosso de cada dia, que deverá ser aquecido apenas pelo deus do sol, que fez o trigo dourar nos campos”, contou Dr. Alberto, acrescentando que, no encontro daquele sábado, todos provaríamos do pão essênio: “esse pão que vocês têm aqui agora, e que vamos repartir num gesto de lembrança, em um gesto de recordação daquilo que nos já pudemos ter, está gravado no nosso DNA, na nossa genética. Um dia soubemos fazer e repartir esse pão”, concluiu.

            Alberto afirmou que o pão essênio é vida, é trigo germinado puro. “Até DNA e ácidos nucléicos há nele. Está em perfeita atividade vital. Esse pão é como carne. Jesus repetia isso à exaustão para seus apóstolos: ‘não comam ovelhas. Sejam cordeiros de Deus’. Ele dizia, no sermão da montanha: ‘os mansos herdarão a Terra’. E quem são os mansos? São os vegetarianos, são os cordeiros. Não comam carne. Esse é o pão, que é como carne. A ciência está simplesmente comprovando as palavras de Jesus. Está comprovado que o trigo é a planta da terra cujo genoma mais se aproxima da carne humana, o tecido muscular que conserva o corpo humano. O pão dos essênios altera positivamente a mucosa do intestino delgado, liberando-o e tirando uma camada que impede a absorção dos nutrientes, regulando o intestino e todas as funções endócrinas relacionadas a ele, promovendo assim o bem-estar”, explicou.

          • Pedro Alves

            Grassinha o genoma do trigo é completamente diferente do humano! É duma ignorância aterradora afirmar o contrário!

          • Clinica Veterinaria Doctorvet

            eu entendi.. então vocês vão herdar a Terra!!! puxa, meus parabéns!! posso continuar vivendo nela?? Vc a carol e os vegetarianos vão deixar? hein? hein? hein?

          • Pedro Alves

            «Mas os essênios dominavam toda a Astronomia, todos os medicamentos. Conheciam profundamente a anatomia e fisiologia»?!
            Mais um conjunto de absurdos.
            Não há 1 único documento a mostrar isto!
            E claro que não poderia haver pois era impossível saberem tais coisas! Ou esse «Dr.» acha que «extraterrestres» os ensinaram?…

          • Clinica Veterinaria Doctorvet

            Jesus não era vegetariano!

        • Grassinha

          Evidências indicam que o milagre que veio a ser conhecido como a história dos pães e peixes não incluía peixes originalmente. Alguns estudantes bíblicos afirmam que a palavra grega para “fishweed” (uma alga seca) foi mal traduzida depois como “peixe”. A “alga seca” era uma comida popular entre os camponeses palestinos e provavelmente foi posta no cesto com o pão. Em outras histórias, Jesus chama os pescadores longe dos animais mortos e lhes diz que sejam “os pescadores de homens”. Ele suplica que mostrem misericórdia com todos os seres, enquanto citando Hosea: “Eu desejo clemência, e não sacrifício”.

          • Pedro Alves

            «Alguns estudantes bíblicos»!?!? Desculpe?! Quais «alguns»?! «Estudantes»?! Vegetarianos provavelmente!
            Todas a evidências documentais e hábitos da época, contidos nas mais diversas fontes, mostram o contrário.
            Nenhum académico credível afirma tal absurdo.
            Então os Apóstolos andavam às algas?!
            E depois assavam-las?!
            É hilariante usar uma palavra inglesa para provar o que estava em Grego!
            «Fishweed»?!
            A sério?!?!?

          • Grassinha

            Hilariante mesmo é um padreco ‘plugado’ que vive online, que força seus achismos na rede apedrejando quem é sensível aos animais e vive de forma sustentável ao planeta. LIVRE DA AGONIA DOR E SOFRIMENTO DAS CRIATURAS DE DEUS. Por isso, e por toda historia SUJA da igreja Católica como a

            a demoníaca ‘Santa Inquisição’ que me mantenho afastada dessa sujeirada toda..

            Passem a ler e seguir os mandamentos de verdade bando de pecadores..

            Parem hipocrisia pregando apenas o que os interessam!
            Isso é doentio, vcs praticam e incentivam a NECROREXIA; Comer comidas mortas, “múmias” ou comida mumificada, além de pedaços dos cortes feitos dos corpos dos animais mortos, e secreções das glândulas mamárias de fêmeas de outras espécies.. Esse fato não parece amedrontar os padrecos que se dizem puros e tementes a Deus..
            dizem tão preocupados com o destino dos humanos tão afetado por doenças originadas da dieta morta.”

            O mandamento é claro: “NÃO MATARÁS” (Ex 20,13) isso quer dizer para não tirar a vida de nenhum ser vivo, não existe em Bíblia nenhuma, a observação, “não matar meu próximo, mas podem torturar os animais a vontade! O Padreco Jesus ressuscitava animais, podia ter nascido cercado a ouro, mas preferiu vir ao mundo na presença dos animais, esse sim, os verdadeiramente inocentes..

            Gênese (9:4) – ‘Mas a carne com sua vida – seu sangue – não deveis comer. E, além disso, exigirei de volta o sangue de vossas vidas; da mão de cada criatura vivente exigirei de volta.’

            Isaías (1:11) – Diz o Senhor: ‘Já estou farto dos holocaustros de carneiro e de gordura de animais bem cevados; e não me agrado do sangue de novilhos, de cordeiros e de cabritos. E quando estendeis as palmas de vossas mãos, desvio de vós os Meus olhos. Embora façais muitas orações, não escuto; as vossas próprias mãos se encheram de derramamento de sangue.’

            Isaías (66-3) – ‘Quem mata um boi é como quem mata um homem.’

            Gênese (1:29) – ‘Eis que vos tenho dado toda a vegetação que dá semente que há na superfície de toda a Terra, e toda a árvore em que dá fruto e que dá semente. Sirva-vos isto de alimento.’

            Gênese (1:30) – ‘E a todo animal selvático da Terra, e toda criatura voadora do céu, e a tudo que se move sobre a Terra , em que há vida, tenho dado toda a vegetação verde por alimento; e assim de deu.’

          • Clinica Veterinaria Doctorvet

            o filha, não coma carne e cale a boca… sem ofender os outros… sua merdinha de veganismo ou seja lá o que for, MODINHA guarde pra você, não falte com respeito para com ninguém… e seu amiguinho aí de cima… eu também não mato animais, eles chegam mortos até mim

          • Pedro Alves

            Eu sou um Cientista Alimentar. Nunca me afirmei como padre! Os seus argumentos bíblicos são inúteis. Não há sustento Científico para o veganismo. Quanto à Bíblia, é ridículo atacar a Religião que se baseia nela com psedoargumentos tirados do Livro.

          • Lucas Bernardino

            Um cientista alimentar deveria, no mínimo, saber que no REINO VEGETAL encontramos TODOS os aminoácidos essenciais para sobrevivência humana, já no Reino Animal, não. À exceção da vitamina B12 (Cobalamina ou Cianocobalamina),esta no Reino Animal ou sintetizada. Difunda os seus ideais, mas não responda como um científico convicto, do contrário publique-as profissionalmente. 😉

          • Pedro Alves

            São as proteínas ANIMAIS que têm todos os aminoácidos essênciais. Você está a confundir aminoácidos com vitaminas, mostrando que é um ignorante.

          • Graciano Belo Fialho

            Pedro, gosto da abordagem científica no seu discurso mas não conheço nenhum aminoácido essencial que não seja possível de incorporar facilmente na dieta quotidiana dum vegan. Atenção, eu não sou vegan (e consumo carne e peixe, inclusive em cadeias de fast food…), mas a bem da verdade consegue nomear algum? O factor limitante costuma ser a quantidade de lisina, mas apenas porque muitos vegetarianos e vegans não se informam correctamente.

          • Pedro Alves

            Caro Graciano, eu não escrevi que é impossível obter todos os aminoácidos de fontes vegetais. É possível mas, até recentemente, era complicado, pois não estavam no mercado os produtos vegetais capazes de evitar o consumo de uma grande quantidade de vegetais variados pois 1 só vegetal não teria todos os aas. Curiosamente, eu estou a investigar a introdução no mercado duma fonte vegetal com proteína completa.
            PS: O Lucas negou que as proteínas animais fossem completas, o que sendo manifestamente falso, necessitava duma resposta.

          • Mauro Tostes

            Meu caro Pedro,
            lembre que Jesus que vocês falam tanto foi escrito por 4 evangelistas escolhidos por um punhado de homens protegendo interesses de poder e dinheiro. Os demais evangelhos foram considerados agnósticos ou apócrifos. Não importa religião, Jesus não seguia nenhuma embora fosse judeu. A religião que tanto protege não foi feita por Jesus nem escrita por ele meu caro.
            Jesus era um homem do bem e não de uma religião…
            Homem do bem na mata animais…
            infelizmente não importa o que você diga, mas se está se baseando na Bíblia você nunca terá certeza se está certo, filosofia espiritual que envolve dinheiro e sangue não deve estar no caminho da evolução nem em busca da paz…

        • julio neto

          me prove que jesus comeu peixe… na minha biblia nao diz isto… a sua biblia é diferente?

          • Pedro Alves

            Os Apóstolos eram pescadores e VÁRIAS vezes Jesus comeu peixe com eles depois de terem ido pescar.

        • Mauro Tostes

          Meu caro Pedro, quem é do bem não mata animais

          e isso não precisa estar escrito em lugar nenhum

          Jesus era do bem…

          a Bíblia foi traduzida e interpretada milhares de vezes, cuidado…

          • Pedro Alves

            E o Mauro, «por milagre», até teve acesso à «versão original»?! Nunca houve uma «versão original»! Estude arqueologia bíblica.

          • PayPay

            Caro Pedro, por isso é que existe um novo e um velho testamento, que têm como bases evangelhos.. Evangelhos esses, escritos séculos depois….

            e mais não digo.

          • Pedro Alves

            O Velho Testamento corresponde às escrituras judaicas anteriores ao nascimento de Jesus.
            Evangelho é uma palavra com origem grega que significa «Boa Nova» e surgiu entre Cristãos, não tendo relação com o Judaísmo e o Velho Testamento.
            Dizer que o Velhoo Testamento tem como base «evangelhos» «escritos séculos depois» – mostra desconhecer o assunto.
            PS: O Marques Bruno escreveu que os evangelhos que serviram de base ao Velho Testamento foram escritos séculos depois do Velho Testamento que derivou deles?!?!? UAU!

          • PayPay

            UAU!! Por isso é que a igreja quase que repudiou o velho testamento e o novo é quase constituido pelos evangelhos… Mas ok, expressei-me mal!
            Já agora:
            “De acordo com Mark Twain, o Antigo Testamento mostra Deus como sendo injusto, mesquinho, cruel e vingativo, punindo crianças inocentes pelos erros de seus pais; punindo pessoas pelospecados de seus governantes, descontando sua vingança em ovelhas e bezerros inofensivos, como punição por ofensas insignificantes cometidas por seus proprietários.12”

            Lindo Deus, linda igreja, linda religião…

            Também me esqueci que a religião católica foi quase como que copiada de outras tantas (incluindo a egípcia) mudando alguns aspectos da história dos “deuses”.

            Mas viva a assassina Igreja, os Santos papas assassinos , a inquisição, os vossos deuses!!

          • Pedro Alves

            Eu respondi aos absurdos que escreveu sobre a ordem as escrituras. Não lhe escrevi 1 palavra de defesa a qualquer Igreja. Você não só se expressa mal como lê pior. Eu vim aqui comentar como Cientista Alimentar.
            Quer falar de Ciência ou quer apenas destilar ódios ignorantes e mitológicos?
            Se você soubesse alguma coisa de História do Tribunal do Santo Ofício, saberia que a aplicação das condenações dependiam da monarquia do pais onde estivesse – o Marquês de Pombal usou-a para os seus fins. Também saberia que a «Inquisição» matou muito menos gente do que as perseguições protestantes ou as guerras europeias pós-reforma. E se compararmos com os maometanos, os cultos sanguinários da América Pré-Colombiana, com Hitler, Estaline, Mao, para não dizer mais uns quantos, matou muito poucos.
            O seu enviesamento anti-científico, mostra ou que você não está procupado com quem fez ou não mais crimes – ou então que é ignorante… Se seu problemazito comezinho é com a Igreja Católica, vá discuti-lo com um padre.

          • Pedro Alves

            Mas já que você percebe tanto disto e acha que sabe mais do que a Igreja Católica, quando fôr debater o seu problemazito com o padre diga-lhe que: o Jardim do Eden corresponde à área húmida ao sul do Iraque, emersa durante o último período glacial; que história de Noé veio de Gilgamesh; que os querubins originais são aquelas entidades representadas na estatuária babilónica; que o Antigo Egipto tem uma história semelhante ao nascimento de Jesus e que Moisés era um título equivalente ao de faraó; que o conceito abstracto de Deus é do Zoroastrismo e que os magos eram sacerdotes zoroastras… Ele olhará para si e dir-lhe-á:
            «mas isso é suposto ser novidade?»

          • Sílvia Regina Gonçalves

            “Não matarás” é um dos 10 mandamentos. Os católicos deviam levar isto à letra, porque nos mandamentos não especifica se “não matarás” pessoas, cães, vacas ou sardinhas.

          • Pedro Alves

            Levar à letra em absoluto significaria que não poderíamos matar plantas para comer!
            A Silvia come pedras, certo?
            Ou a Sílvia acha que as plantas são entidades mortas?!
            Se as acha vivas, então é hipócrita! Os animais não são mais do que as plantas.

          • Sílvia Regina Gonçalves

            As pessoas vão à missa, confessam os pecados e depois quandos saem esquecem-se tudo e pagam pela violência cometida contra os animais, contra a natureza, tudo em nome da gula, da vontade de comer. Não aceitam mudar os hábitos alimentares, por puro egoísmo. Se ser católico ou de outra religião é isto, então, estou mt bem assim. Sem crenças, mas de consciência tranquila.

          • Pedro Alves

            A Sílvia acusa tudo e todos, não seja ridiculamente injusta. Não calunie. Pagar pela violência contra a natureza? E você? Quando come uma maçã, não está preocupada por estar a ingerir células vivas em pleno funcionamento? Não seja hipócrita.

          • Eduardo Costa

            Padre, se Jesus era cruel, causava dor, matava peixes sem necessidade, eu não sei. O senhor está dizendo que ele era mau. Eu não sou cristão, mas sei que causar dor não é coisa de boa gente. Como quero respeitar os cristãos, prefiro acreditar na informação do Mauro Tostes. Ou seja, prefiro acreditar que Jesus não era mau.

          • Pedro Alves

            Eu não sou padre… E Jesus comia cordeiro.

          • Paula da Conceição

            rss conheço gente que não come carne mas é ruim, não gosta de gente, de crianças.
            Depois na bíblia não menção sobre Jesus vegetariano. Comia uma carne de carneiro como todo judeu.

          • ameba
          • Pedro E Maria Familia

            Leonardo da Vinci também… E o que é que isso diz? Já ouviu falar na locução “Falácia da composição”?

          • Chulo Amoeba

            O Hitler era vegetariano…
            http://en.wikipedia.org/wiki/Hitler#Health

        • DanielaCeolin

          Pedro, concordo plenamente com vc, a preocupação da ONU é com o colapso do planeta, com os impactos ambientais, ninguém tá preocupado com o veganismo, se ele vai ser bom pra vc, te deixar saudável, etc.

      • Pedro Alves

        Em todas as Ceias Pascais Jesus e os Apóstolos comeram cordeiro com 1 ano, como todos os outros Judeus.
        Os Apóstolos eram pescadores e comiam peixe – por várias vezes isto é referido nos Evangelhos.

        «41. Mas, vacilando eles ainda e estando transportados de alegria, perguntou: Tendes aqui alguma coisa para comer? Então ofereceram-lhe um pedaço de peixe assado.» (São Lucas 24, 41-42)

        • Grassinha

          ” Foi dito aos de outrora:Honra teu Pai Celestial e tua Mãe terrena, e obedece as suas ordens, para que os teus dias sejam longos sobre a terra.`E,logo em seguida foi dada estas ordens: ‘ Não matarás, pois a vida foi dada a todos por Deus, e o que é dado por Deus homem nenhum pode tirar. Pois em verdade vos digo , de uma mãe procede tudo o que vive sobre a terra. Portanto, quem mata ,mata seu irmão . E a Mãe Terrena o deixará , e lhe negará os seus seios vivificantes. E ele será evitado pelos seus anjos, e Satanás fará sua habitação no corpo dele. E a carne de animais mortos em seu corpo transformar-se-á em seu próprio túmulo. Pois em verdade vos digo , quem mata mata-se a si e quem come a carne dos animais mortos come o corpo da morte” – Evangelho Essênio da Paz.

          • Pedro Alves

            Se você quer ser «Essênia» seja! Mas isso é um problema seu! Pare de tentar impôr esses manuscritos como a «verdade absoluta» acima de tudo o resto! Esses manuscritos valem, no máximo, tanto quanto quaisquer outros! Você escolheu-os como a sua verdade?
            Não chateie quem não quer saber deles!
            E muito menos use-os para justificar opções nutricionais anti-científicas!

      • Pedro Alves

        Lucia, eu sou Cientista Alimentar! Mas graças a si, as pessoas acham que sou padre! Por acaso, até estudei alguma Teologia! Mas sou Cientista.

        • Robson

          Eles querem que comemos alimentos Geneticamente modificados! só isso, $$$

    • Priscila Leal

      Olá Pedro!
      Gostaria de ter acesso ao relatório, onde posso encontrar? Entrei no site da Onu e não achei nada, e os links do artigo estão falhando.

      • Pedro Alves

        Olá Priscila Leal.
        O endereço é:
        http://www.fao.org/docrep/018/i3437e/i3437e.pdf

      • Pedro Alves

        Olá Priscila.
        Normalmente, há muitos sítios que não deixam colocar endereços electrónicos.
        O meu comentário com o endereço do relatório está à espera de aprovação.

    • Dália Antunes

      Pedro, poderá colocar aqui o link para o relatório? O que está acima não dá… aparece ‘page not found’. Gostaria de ler o original

    • Raramydes Gregor

      Não … se levar em conta o impacto ambiental que a pecuaria causa, para criar esses animais, a comida usada para alimentalos, as florestas derrubadas para eles pastarem, os gases que eles soltam apesar de parecer piada, influencia no efeito estufa, eles tambem consomem muita agua e grãos que podem ser consumidas por outras pessoas, voce está sendo idiota nos comentários.. nao existe produção pecuaria eficiente….

  • Guest

    A organização das Nações Unidas só quer fazer a população se sentir culpada…, isso tudo se resultará na redução da população mundial onde se terá um só governo, uma religião, uma moeda, uma língua…

    • Ana Brito

      Exato!

  • Roniérison Ribeiro

    A ONU só quer fazer a população se sentir culpada…, a maioria das coisas que falam não é verdade (aquecimento global por exemplo), isso tudo se resultará na redução da população mundial onde se terá um só governo, uma moeda, uma religião, uma língua…

    • Gabriel Correa

      Sabia que oque mais contribui para o aquecimento global é a pecuária?

  • Roniérison Ribeiro

    Depois disso a população vai continuar acrescendo, não? E vão falar para pararmos de comer ? Não há nada mais devastador nesta terra que a agricultura moderna!

    • Laís Souza

      E não há nada menos eficiente tb! Já ouviu falar de permacultura? O futuro da humanidade é agroecológico. A revolução verde é tudo, menos eficiente.

  • Arnaldo Domingos Gattai

    acredito ser melhor evitar mais nascimentos atraves de um premio aos jovens homens e mulheres que fiser os homens vasegotomia e as mulheres cortar as trompas como premio 100.000,00 a cada um

    • Pedro Alves

      Já não há substituição de gerações e você ainda vem com esta conversa absurda?!

  • Guest

    tomará k essa gente sinta gosto tmb pela carne humana dai quero ver essa droga de raça nossa comer eles proprios ,esta nossa raça so pensa em comer , sou vegana pelos animais,, do jeito k ñ quero k me matem pra comer acho k animais tmb ñ,, odeio essa matança desordenada

    • Pedro Alves

      Se a Lucia diz pertencer a uma «droga de raça», o que acha que deve fazer consigo? Pois, de acordo com as suas palavras, a Lucia também é uma «droga»!

    • Pedro Alves

      É uma vergonha o tipo de argumentos que muitos vegans usam para se justificarem!
      A vossa inépcia mental não vos mostra que esse extremismo absurdo afasta outras pessoas de abandonarem o consumo de alimentos animais?!

      • Tatah Assunção

        Pedro estou acompanhando essa discussão e quero te parabenizar pela qualidade dos seus argumentos!! Sou ex vegetariana e a prova que esse tipo de dieta não é pra todos; vejo como eles não conhecem o que comem, nao estudam, nao pesquisam, só sabem dizer que não matam animais e por isso se acham os salvadores da pátria! Sem contar que a mídia, governos e industria estão unidos e firmes no objetivo de redução da população. Só quem é cego q nao enxerga isso.

        • Pedro Alves

          É verdade Tatah. Obrigado.

        • Pedro Alves

          Tatah, eu também já fui macrobiótico.

  • Sofia Malheiro

    Em vez de recomendarem a biliões de pessoas que se alimentem mal, porque é que não recomendam que se reproduzam menos? O problema é o sobrepovoamento do planeta e o impacto que todos somados temos sobre ele. Se os nossos números fossem os de há 200 anos atrás não causávamos tantos estragos.

    • Mique Ribeiro

      Está certa, mas as chances são mínimas disto dar certo.

    • Alessandra de Paula

      Alimentar-se mal é, em grande parte, comer carne em excesso e produzida industrialmente – o que tem acontecido cada vez mais. Mas, com certeza, a única salvação dos seres humanos mesmo é diminuir a natalidade.

      • Pedro Alves

        Que parvoíce! Diminuir ainda mais?!
        Se a natalidade continuar ao nível actual, Portugal ficará sem população: morrem mais do que nascem!

        • Alessandra de Paula

          Desculpe, querido. Não quis dizer em Portugal especificamente e sim no mundo em geral.

    • Bruno Coutinho

      Vegetarianismo não é alimentar-se mal. Existem boas dietas vegetarianas e mesmo veganas. Em geral até são melhores do que as maioria das dietas normais. O colesterol proveniente duma dieta vegan é mínimo, isso dá logo uma grade vantagem.

      Provavelmente, o ideal seria comer-se carne apenas uma ou duas vezes pro semana. Mas é possível ter uma dieta perfeitamente equilibrada e vegana com algum cuidado. E é, sem dúvida, melhor do que comer carne todos os dias.

    • Laís Souza

      Ser vegetariano não é comer mal. Vc pode ser carnívoro, onívoro, vegetariano, ovolactovegetariano, crudívoro, crudívoro vegan e frugívoro e ser obeso (apesar de que ser obeso com crudivorismo vc tem que comer para caramba). O tipo da sua dieta não define sua saúde e sim o balanceamento dela. Não é para te convencer a ser vegana, só para mostrar que a dieta pode ser tão saudável quanto qualquer outra: http://www.veggietal.com.br/atletas-veganos/

  • Priscila Leal

    Gostaria de ler o relatório. Como consigo? os links do artigo não estão funcionando.

    Acredito muito que um dos maiores problemas ambientais e sociais, se dá por conta da pecuária, desmatamento, trabalho escravo,poluição,grilagem de terras e por aí vai., sem contar o modo de produção…terrível! Sou vegetariana, e gostaria muito que o mundo enxergasse o quão é terrível essa indústria, mas não fico “pregando” o vegetarianismo, pois acredito numa evolução aos poucos.
    Gostaria de publicar esse artigo, mas ainda preciso confirmar as informações. Entrei no site da ONU e não encontrei o relatório. Alguém poderia me ajudar?

    • Pedro Alves

      O relatório não é sobre vegetarianismo.
      De certeza que quer ler um relatório técnico sobre tecnologias de produção pecuária?…

  • Sandra Homem Christo

    A mudança está em todos nós:”Eu faço um compromisso interno, eu vou consumir cada vez menos os alimentos que provocam esse enorme desequilibro para a humanidade no futuro. antes que seja tarde demais”

  • Rui M. Palmela

    A alimentação do futuro vai ser vegetariana em prol do bem comum e do próprio mundo que habitamos e estamos destruindo com esta forma de civilização devido aos excessos e consumismos humanos de que se destaca o abate diário de milhões de animais que provoca o maior impacto ambiental não só pela sua criação excessiva e detritos poluentes na Natureza como exige um dispêndio enorme dos recursos energéticos para sua conservação, sendo certo que para produzir 1 Kg de carne é preciso 100 vezes mais água do que para produzir 1 Kg de trigo e 11 vezes mais consumo de combustivel fóssil. Além disso 45% da produção mundial de cereais é para alimentação de gado e 2/3 de soja é só para rações, o que não faz sentido. É preciso alterar toda esta situação mudando nossa forma de alimentação e ser vegetariano hoje em dia é ser o maior amigo do Planeta e defensor do meio ambiente.

  • Daniel Gil

    As pessoas param de comer carne, a reprodução humana se precariza em menos de três gerações, a quantidade de pessoas no mundo diminui, reduz-se a emissão de gás carbônico e o mundo ficará a salvo do “aquecimento global”. Não é
    lindo? :/
    A ONU nada mais é do que uma ONG odiosa do Clube de Bilberberg, que manda e desmanda e que todos acham linda!

  • Gustavo Áder

    Ainda tem gente que confia na ONU

  • Anete Blefari

    Há muita falta de informação em alguns comentários. Vegetariano NÃO come qualquer tipo de carne. Pode consumir derivados, mas não carne de qualquer espécie, seja de vaca, frango, peixe, porco, etc…. Vegano não come nem carne e nem derivados de produtos de animais. Na minha opinião, o futuro vai ser de vegetarianos e veganos, para a própria sobrevivência do planeta, como um todo e quando houver o respeito pelos animais, nossos irmãos mais inferiores. Há muita manipulação, por interesses econômicos, que faz a cabeça do povo para o consumo da carne.

    • Laís Souza

      Mais ou menos, vc não está correta:
      Ovolactovegetariano – não consome carnes, somente derivados. Dieta.
      Vegetarianos – não consome NADA de origem animal. Dieta.
      Veganos – não consome nada de origem animal. Estilo de vida – não consome remédios, produtos de limpeza, roupas…

      O vegetarianismo é a dieta do vegano.

  • Lucia Moreira

    tudo k li sobre Franscisco de Assis e k depois de tornar-se vegetáriano ñ colocou nada mais d carne animal na boca incluindo o peixe

  • Lucia Moreira

    quando deixei de me alimentar de carnes ,apenas pensei no jeito horrivel de matar ,e me coloquei no lugar deles k gosto tanto de apreciar , os cães os gatos os macacos ,ñ eu ñ tenho volta vegana mesmo,agora pelo planeta ,coitados de nossa raça,pobres coitados,ñ somos capazes de largar nem dos vicios kkkkkkkkkkkkkkkk

  • Cada quilo de carne bovine exige o gasto de 6000 litros d’água até chegar ao consumidor. Se multiplicarmos isso pelo número de seres humanos adultos do planeta, constataremos que, de fato, o consumo de carnes não é viável.

  • Elias Gomes

    Que tal partirmos para proteína de insetos?

  • Ju Carvalheiro

    Parem de misturar a religião em tudo… irra já não existe paciência!!!

  • Ana Brito

    Essa é a ONU!

  • Ana Brito

    Salvar o mundo? Escassez de combustíveis? Economia das mudanças climáticas? Conselho de “Lord” Nicholas Stern? Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas? Reduzir emissões de carbono? Desafio de aliviar a miséria e a pobreza? Uahahahahahaha… E as pessoas acreditam nesse conto da carochinha da ONU?! Triste engano.

  • Pedro Alves

    É triste quando perante argumentação científica apareçam vegetarianos que, para se justificarem, recorram a uma absurda argumentação pseudoreligiosa.
    A eventual validade do vegetarianismo não está nos supostos hábitos de Jesus!
    A validade, ou não, será dada por EVIDÊNCIA CIENTÍFICA!

  • Pedro Alves

    Colocarei passagens biblicas mostrando que não se pode recorrer à Bíblia para se ser vegetariano:

    João 21: 9-13
    «Ao saltarem em terra, viram umas brasas preparadas e um peixe em cima delas, e pão. Disse-lhes Jesus: Trazei aqui alguns dos peixes que agora apanhastes. Subiu Simão Pedro e puxou a rede para a terra, cheia de cento e cinqüenta e três peixes grandes. Apesar de serem tantos, a rede não se rompeu. Disse-lhes Jesus: Vinde, COMEI. Nenhum dos discípulos ousou perguntar-lhe: Quem és tu?, pois bem sabiam que era o Senhor. Jesus aproximou-se, tomou o pão e lhos deu, e do mesmo modo o PEIXE.».

    Actos 11: 4-9
    «Mas Pedro fez-lhes uma exposição de tudo o que acontecera, dizendo: Eu estava orando na cidade de Jope e, arrebatado em espírito, tive uma visão: uma coisa, à maneira duma grande toalha, presa pelas quatro pontas, descia do céu até perto de mim. Olhei-a atentamente e distingui claramente quadrúpedes terrestres, feras, répteis e aves do céu. Ouvi também uma voz que me dizia: Levanta-te, Pedro! MATA E COME. Eu, porém, disse: De nenhum modo, Senhor, pois nunca entrou em minha boca coisa profana ou impura. Outra vez falou a VOZ DO CÉU: O que DEUS PURIFICOU não chames TU de impuro.»

  • Vanessa Borges

    “If you could reason with religious people there would be no religious people.” É fácil entender os argumentos pró vegetarianos ou ainda melhor os pró veganos e só discorda quem não está informado ou quem não tem qualquer problema em aceitar o sofrimento desnecessário de terceiros (acho que isto tem um nome…).

  • Patricia

    E ai???? Paramos de comer carne e qual será o próximo passo???? Pois haverá substituição de carne por grãos, arroz, feijão, milho, soja, entre outras plantações q não se enquadram em grãos e que causam o mesmo impacto ambiental ou mais (o texto fala a respeito de impacto ambiental) comeremos só alface????? ou melhor vamos comer o pasto q os bovinos não vao mais comer…. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk……. A gente ve cada coisa……

    • Laís Souza

      É muuuuita falta de informação no seu comentário Patrícia. Revolução Verde é prejudicial pq alimenta GADO. A agricultura extensiva é para alimentar os rebanhos do mundo. A agricultura de pequeno porte e familiar que alimentam as pessoas. O futuro é da agroecologia e da permacultura (urbana e rural). Mas não se engane, plantar grãos de forma extensiva causa impacto. Criar gado causa MUITO mais. E tipo, é só procurar informação.

  • Pedro Alves

    1º – O relatório é sobre produção pecuária e NÃO sobre vegetarianismo.
    2ª – O tubo digestivo dos seres humanos NÃO é herbívoro ou frugívoro.
    3º – O Homo Sapiens sempre ingeriu alimentos de origem animal.
    4º – Não há registo de sociedades antigas ou de antepassados vegetarianos, aliás quanto mais atrás se vá nos restos arqueológicos mais isso é óbvio.
    5º – A alimentação vegetariana é a mais artificial da História.
    6º – O carnivorismo é natural e normal há centenas de milhões de anos e milhões de espécies sobreviveram graças a serem carnívoras.
    7º – O vegetarianismo ou o veganismo NÃO se baseiam em Ciência mas são sistemas de crenças, como se pode comprovar pelas justificações que aqui se lêem.
    8º – Justificar o vegetarianismo com documentos Essénios é um problema de crança pessoal.
    9º – A Ciência Histórica faz-se cruzando informações diversas para se tentar chegar a algo próximo da verdade: quando existem mais registos num determinado sentido, do que noutro, assume-se que o que tiver mais registos é o verdadeiro.
    10º – O Jesus Histórico nunca foi considerado vegetariano, pois para além de comer peixe com os Apóstolos pescadores, ele fazia o que os outros Judeus faziam: comer 1 cordeiro branco com 1 ano todas as Páscoas.

    Os comentários que aqui se vêem são profundamente preocupantes, pois revelam como a sociedade está muito longe da Ciência.

    • Laís Souza

      1° – Mas a pecuária eficiente é super prejudicial ao meio ambiente e cruel. Você pode ser contra o vegetarianismo, mas não pode negar que estamos tentando industrializar seres vivos e para isso, negamos que eles tenham sistema nervoso e sintam dor. Tem muita fonte confiável (inclusive que nada tem a ver com veganismo) que mostra o avanço da plantação de soja para pecuária na Amazônia e a poluição e compactação do solo que causam as criações extensivas de animais. As criações intensivas são prejudiciais para o próprio homem – a indústria mais forte dentro da avicultura, suinocultura e pecuária industrial é a farmacêutica pq os animais morrem vivendo em quantidades tão grandes em espaços tão pequenos. Segue uma fonte não vegan que explica sobre resistência bacteriana: http://esp.saude.sc.gov.br/sistemas/revista/index.php/inicio/article/viewFile/91/131

      2° – Sim, não temos o tubo digestório herbívoro ou frugívoro, até pq a nossa B12 é produzida depois do estômago, onde ela seria absorvida. Mas eu considero que a nossa população vai além do que lhe é natural faz tempo não? Podemos ser vegetarianos com suplementação de B12 sem problemas. Mas assim, para melhorar as condições ambientais, bastava comer carne menos vezes por semana (e não em TODAS as refeições, TODOS os dias). Eu escolhi ser vegetariana pelo planeta e porque não consigo matar uma galinha, e não vou terceirizar esse serviço. O ser humano não voa mas isso não impede a gente de viajar de avião, né?

      3° – O Homo Sapiens sempre fez um monte de coisa que nossa sociedade vê que faz mal ou parou de fazer. Eu vou me abster de comentários religiosos pq cada escolhe a sua crença né? Mas, por exemplo, o ser humano sempre matou seus semelhantes por diversas razões não é? Território, riquezas, sobrevivência… Não é por isso que vamos continuar fazendo isso, correto?

      4° – Até pq era difícil ser vegetariano saudável sem B12 artificial né? Mas até 1920 só tinham 2 bilhões de pessoas no planeta. E nem todo mundo comia bife né. A questão é, nossa população é de 7 bilhões e não dá para todo mundo comer carne todas as refeições todos os dias. Carne não cresce em estufa e consome muita água para ser produzida. Nunca uma espécia mamífera como a nossa chegou a esse tamanho – para sobreviver à pragas que com certeza exterminariam tantas outras espécies, assumimos um lado artificial, produzindo antibióticos que nos salvaram.

      5° – O ser humano é a coisa mais artificial da história natural da Terra. Que mal há em uma dieta que se abstem de morte? (e, de quebra, ainda ajuda a manter nosso mundo limpo?)

      6° – O ser humano é onívoro, todos os primatas o são, e prioritariamente vegetarianos. Não exagere nos argumentos carnívoros que a gente nunca teve arcada dentária de um leão. Nossos parentes mais próximos (os bonobos e chimpazés) vivem de plantas, insetos e, de vez em quando, uma caça maior. Eu prefiro comer cogumelos à insetos.

      7° – Pode não se basear em ciência para começar, mas a ciência já provou mais de uma vez que podemos viver saudáveis e vegans. A sociedade canadense de medicina já aprovou, a francesa tb. Não é que tem que ser essa dieta para todo mundo. Comer é cultural, acima de tudo. Mas a ciência já provou que essa dieta que começou baseada em uma crença está muitíssimo embasada de conhecimento científico agora.

      8° – Não conheço os documentos Essênios, mas acredito que há várias afirmações baseadas em religião que são um problema (minha opinião pessoal).

      9° – Concordo.

      10° – Beleza, sem grilo. Mas há uma lista bem bacana de personagens históricos ovolactovegetarianos ou vegetarianos, se isso faz diferença para você: http://www.centrovegetariano.org/Article-271-Vegetarianos+famosos%253A+Personalidades+ligadas+%25E0+pol%25EDtica%252C+religi%25E3o%252C+ci%25EAncia+e+sa%25FAde.html

      Concordo que os comentários estão longe da ciência. Os seus tb.

      • Pedro Alves

        Os meus comentários estão longe da Ciência?!

  • Miguel de Matos

    O homem é a pior espécie que habita o planeta! Somos presunçosos e achamos que temos o direito de reinar no planeta sem qualquer tipo de respeito pelos outros seres… O planeta não nos pertence! nós pertencemos ao planeta…

  • Marcelo

    ONU, sempre tentando enfraquecer a população para que as doenças ataquem e matem milhares de pessoas para assim conseguirem uma redução populacional que tanto almejam para que crocodilos possam comer tartarugas em paz.Bando de pagãos nojentos, querem redução populacional que se matem e aos seus familiares e deixe quem quer viver em paz. Aliás, o que é a ONU se não um antro de corrupção em que um certo ex-dirigente trocava comida doada por petróleo? Um antro que envia soldados para estuprar crianças na África, Ásia, Haiti e outras regiões?

    • Laís Souza

      Enfraquecer?o.O Diminuir carne não é sinônimo de menos saúde.

  • Marcela

    Se todos diminuírem o consumo de produtos de origem animal, terão que substituí-los por outro alimento, certo? Suponhamos que vamos substituir carne de vaca por carne de soja. O consumo de soja irá aumentar significativamente, logo, será preciso um aumento das lavouras e da produtividade. Para isso, haverá mais desmatamento, mais uso de insumos e fertilizantes e o impacto será o mesmo! Não concordo de forma alguma com este artigo! Lembrando que não estou discutindo sobre vegetarianismo, respeito e admiro os vegetarianos, mas não acho que a diminuição do consumo de produtos animais irá reduzir os impactos ambientais citados no artigo.

    • Yang Sun God

      A percepção de que ter que substituir a carne por soja está errada porque: 1 – A soja é uma alimento altamente processado, genéticamente modificado e prejudicial para saúde “intestinal/sistema imunológico, etc..”. Apenas quando é fermentado e de origem biológica, apresenta alguns beneficios. 2 – Comer carne não tem mal nenhum, o problema está na produção industrial. Leia o livro: “The China Study”.

      • Laís Souza

        Puxa, tem tanta fonte bacana na internet sobre a substituição da carne… Mas se vc quiser comer duas vezes por semana, nem precisa substituir. Arroz integral com feijão já é proteína o suficiente por dia. Mas só para ajudar seguem duas plantas muito fodas e super proteícas: Ora pro nobis (ou picanha de pobre) e moringa (usada para erradicar a desnutrição em países africanos. Essa é MUITO foda mesmo).

  • Renato Palhano

    Não seria melhor reduzir a população mundial? esta claro que o planeta não suporta 8 bilhões ou mais de pessoas. Quando o planeta tinhas seus 2 ou 3 bilhões, todos podiam comer carne, andar de carro carburados e usar água e energia elétrica a vontade. Menos gente, mais espaço, menos polução e lixo e portanto, mais qualidade de vida.

    • Yang Sun God

      Por essa ordem de ideias podíamos começar por eliminar voçê e sua familia? O que acha da sua solução agora?

      • Renato Palhano

        Não falei de eliminar seu babaca! Falei de reduzir a população e a taxa de crescimento populacional. Aprende a raciocinar antes de ruminar qualquer coisa, seu inútil

        • Yang Sun God

          Programas para reduzir a população mundial já existem pelo mundo fora “Eugenics” apenas que percepção popular destes é ridicularizada e limitada. “GMO, Solar Radiation Management, Forced Vaccination, etc…”
          Conheçe as Georgia Guide Stones?

  • Rodrigo Barros

    Porque a ONU não sugere controle demográfico ao in vez de reclamar
    do meu bife!!!

    • Laís Souza

      Pq o seu bife causa mais estrago que uma pessoa.

  • Importante mas EM PARTE. Apenas protelando o problema. A população humana NUNCA para de aumentar! E isso quase nunca é considerado.
    E enquanto o assunto deve ser pautado em questões políticas, científicas, sociológicas etc… vem uns com Jesus Cristo, Bíblia blá-blá…

  • bento g serrano

    Aquilo que Jesus come ou serve a alguém :
    Tomou os seus pães e os peixes, e dando graças partiu,e deu aos discípulos e estes ao povo (Mt 15. 36 )
    Apenas alguns alimentos que segundo a Bíblia foram criados para conservação da nossa saúde (Alimentos estes sem alterações ou modificados pelo homem)
    Carnes: Vitela Gn 18.7,8 – Caça Gen 25. 28 – peixe Mt 7.10 – Ovelha Deuteronomio 14.4
    Todos os vegetaís, cereais lentilhas,farinha,leite ovelha e cabra frutas etc etc
    A Bíblia (A Constituição do Reino de Deus diz-nos o que devemos comer sem as alterações que o homem tem introduzido a face da Terra)

  • Tiago Coelho Nunes

    Meus queridos, se Jesus comeu ou não comeu peixe não vem ao caso. E se
    por acaso comeu, os tempos eram outros, a humanidade estava mais próxima
    da barbárie do que hoje, Jesus não podia fugir demais aos padrões
    socioculturais da época para que pudesse estar próximo do povo e pregar a
    sua doutrina de verdade e de amor. Agora, meu caro padre, gostaria de
    te fazer uma pergunta: tem coragem de matar um animal? Pois se come
    carne, deveria no mínimo ter essa coragem. Por que? Façamos uma
    analogia: o senhor, como bom religioso, tem coragem de roubar? Creio que
    não. E tens coragem de comprar uma mercadoria que tenha sido roubada?
    Também creio que não. Então, como pode ter coragem de comer algo que os
    outros mataram pra você? É indiferente ao sofrimento de um pobre e
    indefeso animal? Se for, permita-me questionar este tipo de
    religiosidade. Se querem comer carne, comam, mas sejam sinceros e
    assumam que a comem porque não estão nem aí para os pobres animais, ou
    porque, apesar de já terem despertado para esta questão da não
    violência, ainda não conseguiram se desvencilhar deste hábito tão
    arraigado em nossa cultura. A propósito, sou vegetariano pela não
    violência. Não por gosto ou simplesmente pela saúde. E confesso que nem é
    mesmo pensando no planeta, embora isso também me preocupe. Mas
    preocupa-me mais a crueldade humana.

  • Tiago Relvas

    Mas o que é que a religião tem a ver com isto?!

    Este artigo veio dizer o que já era óbvio, nos temos um sistema digestivo de herbívoros, apesar de suportarmos carne devido aos nosso antepassados, os nossos maxilares mexem-se como os herbívoros e não fomos feitos para comer carne,

    E o modo de como a carne (estamos a falar de animais) é produzida é um insulto a humanidade e a natureza!

    Os vegetais e frutas foram feitos para os animais os comerem, juntamente com as suas sementes para depois as defecarem noutro sitio, é um modo lindo que as plantas têm de se reproduzir

    Os carnivoros existem para manter a populaçao de herbivoros em numeros saudaves para o ambiente. Esta tudo em equilibrio, e haver 1.4 bilioes de vacas no planeta é tudo menos equilibrio.

    Espero que a pouco e pouco a consciência global và aumentando, e parece-me que já está a acontecer.

    • Pedro Alves

      O artigo NÃO afirma que temos um sistema digestivo de herbívoro, até porque é totalmente falso.
      O artigo é sobre tecnologia agrícola.

  • Nhimara Rocha Rocha

    Concordo com o que acabei de ler ! eu tb. Não como Carne!

  • Idalina Gouveia

    Mais vale tarde que nunca … Mas, que estará acontecendo para a ONU recomendar algo que vai contra tantos interesses económicos? QUE RAIO ESTÁ ACONTECENDO QUE NÓS DEVERÍAMOS SABER E NÃO SABEMOS!?

  • Raquel

    Acho que as pessoas serem vegetarianas e veganas é melhor.Ou se não para vocês que o comentário todo colocaram o vegetarianismo como uma abominação,acho que a gente deveria comer carne de gente.Vegetarianismo não é péssimo? Vamos comer crianças então,vai ser ótimo comer gente,aproveita e diminui a população mundial.Porquê parece ser isso que vocês querem que a gente faça,amantes de carne 😉

  • Tati

    O relatório da ONU calcula que, para o planeta se tornar sustentável nos níveis atuais, seria necessário comer, no máximo, 400 gramas de carne por semana por pessoa. Trabalho com ese relatório na íntegra junto a meus alunos.

  • Lúcio Serpa

    Li bastantes comentários e a mim só me trás o seguinte: “… blá, blá, blá, wiskas saquetas!!!”

    Como podem ser tão mentes medíocres de em vez de comentarem uma noticia que está descrita acima, já se começam a ofender uns aos outros?!?!?

    O mal não está em comer ou não comer carne! O mal está nas hormonas que são administradas nos animais para que a carne seja feita com rapidez, a maneira como se faz criação em massa sem quaisquer cuidado com os seus dejectos… isso sim, é o que faz a preocupação!

    Eu como carne e não irei dispensar isso… E, sim, faço criação (para consumo próprio), mato para comer… é a lei da vida! E vos digo, que a qualidade da carne (caseira) tem um sabor e uma qualidade totalmente diferente!!!

    Respeito quem é vegetariano ou vegano… é uma forma de estar na vida…
    Existem prazeres dos quais eu não dispenso…
    Mas concordo com o artigo, referente á produção em massa e sem escrúpulos! isso sim é mau para a sociedade e para o ambiente!
    E isto advém de quê?!?!? Se toda a gente tivesse a sua criação própria para o seu consumo, não haveria tanta procura no mercado, logo não havia esta criação em massa para colocar carne rapidamente no mercado… só que… pois dá trabalho a criar…
    Agora um pequeno recado para os vegetarianos ou veganos… Vós fazeis o próprio cultivo dos vegetais/Legumes?
    Pensais que estão assim a contribuir para o ambiente?!?!? Não se esqueçam que estes precisam de ser cultivados!!! Logo, precisam de fertilizantes, água, terra… Logo se for realizada em massa, voltamos a ter o mesmo problema!
    Fertilizantes, poluem o ambiente. Precisam de ser regados (com abundância alguns), logo a escassez de água continua a ser o problema!
    Não pensem apenas em não comer carne, mas sim em como criar e produzir os alimentos de forma natural!!!
    Isto é igual a um exemplo que vou dar (apesar de poder parecer um pouco forte)….
    Imaginem que havia falta de pessoas! Então começavam a fazer com que houvesse mais grávidas, em que o processo normal de gestação é de 9 meses! Mesmo assim não estavam a conseguir, porque mesmo a nova geração teria de esperar 15 anos ou mais para começar a primeira gestação!
    A sociedade tinha em mãos (segundo ideologias) um problema… Ou seja em vez de esperar e ter paciência, começava a loucura desmedida de ter gente a qualquer preço e sem escrúpulos… Começavam a colocar produtos para a gestação começar a ser só 8.. 7… 6… 5… meses….
    É o que acontece com os animais, plantas, vegetais… enfim tudo!
    o Poder da GANANCIA… Depois surgem com isso problemas de saúde que ninguém sabe de onde vêm… mas a resposta está mesmo á frente dos olhos…
    Os problemas advêm da alimentação, produtos produzidos de forma adulterada… para colocar no mercado com mais quantidade e mais visíveis, mais bonitinhos… nem imaginam o que está por detrás dessa beleza!!!

    Desculpem pelo testamento, mas ao ver os comentários não resisti…

  • M.

    Não sei para quê tanto formalismo por parte de algumas pessoas ,ainda que demonstre mais racionalidade que comentários inúteis é acompanhado por um facto que dificulta todo o processo de consciencialização ao mundo.Ou seja, atitudes aguerridas para quê? para enfrentar assuntos que não lhe interessam verdadeiramente?! Uns alimentam-se de argumentos que afinal de contas são só conversas superficiais outros alimentam-se de sentimento- coisa que muitos agora tendem a menosprezar, Assim não há nem consensos quanto mais evolução, este mundo esta a andar para tras já há muito tempo e a uma velocidade que custa vidas- estas, que as pesssoas sendo seres que sentem nem sabem entender na esmagadora maioria?!

  • Ines Braga

    O link para o relatório não funciona.

  • Raimundo Moura Negrão

    Graças à Deus finalmente estamos tomando o caminho certo.

  • Roberto Locatelli

    Nota-se que os comedores de carne ficam muito irritados quando surgem notícias como essa. Eles não admitem que ninguém os incomode.
    Bem, cada um come o que quiser. Mas que cada um saiba as consequências de seus hábitos. Comer carnes é danoso para o planeta e danoso para a saúde humana.
    “O lado ruim de ser vegetariano é que você vai ao enterro de todos os seus amigos”. George Bernard Shaw, escritor, vegetariano. Morreu aos 96 anos.

  • Roberto Locatelli

    O fato é que o consumo de carnes é ecologicamente INVIÁVEL e é um dos principais fatores de desmatamento e produção de gases de efeito estufa.
    Além disso, o consumo de carnes resulta em doenças, o que é oneroso para os países pela necessidade de construção de hospitais e pela redução da produtividade.

  • José Carlos Ferreira

    Excelente relatório ! É urgente reduzir o consumo de carne e num futuro próximo deixar de comer carne! Todos os estudos científicos mostram a vantagem de abolir carne da nossa alimentação ! Este é mais um contributo ! 🙂

  • Rosária Gracio

    o link do relatório não funciona.

Partilhas