História Polémico

Cinco razões para questionar a história formulada pela ciência

Na escola, aprendemos que os dinossauros foram extintos há cerca de 65 milhões de anos, e que pequenos mamíferos sobreviveram e evoluíram para outros mamíferos. Mais tarde, à cerca de 250 mil anos atrás, um mamífero semelhante ao macaco evoluiu para o que é hoje o homem moderno, correcto?

Artefactos recém descobertos levantam a possibilidade da humanidade já existir muito antes do que pensamos. E provavelmente, esses humanos antigos não tenham vivido uma vida primitiva, como geralmente é suposto.

Talvez esteja na hora de actualizar os nossos livros de história antiga e de ciências.

Aqui estão alguns achados pré-históricos que confundem os cientistas sobre nossa história humana:  

1. O Mecanismo de Anticítera ou Antikithera – Construído há mais de 2 mil anos (leia o artigo)

Antikythera004[3]

 

2. Pinturas Minerais em Cavernas – pintadas entre 15 mil e 50 mil anos atrás:

caverna5  

3. O Martelo de Londres – datado entre 110 e 115 milhões de anos atrás, encaixado numa rocha com muitos milhões de anos

london-hammer-480x330 Um martelo, cuja função exacta ainda é desconhecida, foi encontrado num riacho por dois andarilhos em Londres, Texas, em 1936. O martelo ficou envolto em calcário após a sua descoberta. Além de possuir entre 110 e 115 milhões de anos,  foi encontrado encaixado dentro de uma rocha que tem vários milhões de anos.  

4. Marca de sapato num fóssil de trilobite – a marca foi feita entre 200 a 600 mil anos atrás

meister-box1b Em Junho de 1968, uma pegada humana fossilizada, que possui um fóssil de trilobite inserido nela, prova o quase impossível, já que as trilobites foram extintas há cerca de 250 milhões de anos. A pegada fossilizada, que apresenta um sapato tamanho 44, é estimada entre 200 milhões e 600 milhões de anos.  

5. Reactor nuclear na República do Gabão, na África, com 2 milhões de anos.

reator_nuclear_gabao_mina_oklo_02 Em 1972, uma fábrica francesa importou minério de urânio de Oklo, Gabão, e descobriu que um isótopo fundamental de urânio tinha-se esgotado. Era como se uma reacção nuclear já tivesse ocorrido. Cientistas de todo o mundo passaram a estudar esse fenómeno, e descobriram um reactor nuclear subterrâneo. Alguns presumiram que era um reactor “natural”, mas outros afirmaram que isso seria muito improvável. Desde então, foi completamente destruído pela mineração, deixando um mistério por resolver.

Tudo boas razões para questionar e pensar fora da caixa onde nos meteram!

Obrigado por nos dizer como este artigo o fez sentir! Agora conte a todos partilhando - .
Como este artigo o faz sentir?
  • Fora de Mim
  • Fascinado
  • Apoiado
  • Indiferente
  • Assustado
  • Chateado
Partilhas