Polémico Sustentabilidade

Dados perturbadores sobre os Transgénicos

Apesar da indignação global causada pelas consequências da produção e consumo de alimentos transgénicos, os gigantes biotecnológicos continuam a pressionar os governos para que dêem luz verde às suas actividades em todo o mundo. Damos a conhecer os destaques relacionados com os cultivos transgénicos.

GMO-sm1

Danos comprovados

Uma recente pesquisa de cientistas egípcios revelou que a dieta à base de soja e milho geneticamente modificados (OGMs) que alimentou ratos durante 30, 60 e 90 dias causou uma grande variedade de efeitos tóxicos. Entre estas consequências negativas incluem danos no DNA, fígado, rins e testículos, anomalias nos espermatozóides e mudanças no sangue.Consulte o estudo (em inglês).

O caminho para a morte

Mais de 37 milhões de abelhas morreram no último outono em Ontário (Canadá), depois da área ter sido plantada com milho transgénico. Os apicultores culpam a morte das colónias aos neonicotinóides, sobretudo o  imidacloprid e a clotianidina, dois insecticidas que são aplicados tanto em sementes como em tratamentos foliares e que penetram no pólen e no néctar.

54bced8f72139e2d588b460b
Esforço para comer saudável

Enquanto a China vira as costas ao milho transgénico dos EUA e a África do Sul proíbe os anúncios publicitários sobre os supostos benefícios para o meio ambiente dos produtos da Monsanto, a Comissão Federal para a Protecção contra Riscos Sanitários (Cofepris) do México aprovou o livre consumo de 132 produtos transgénicos (50% correspondem ao milho e o resto ao algodão, soja e canola) apesar dos esforços dos agricultores mexicanos que procuram ganhar a guerra contra os cultivos transgénicos!

Os efeitos sobre a saúde humana

Um estudo revelou a presença de glifosato, um herbicida amplamente utilizado pela gigante da biotecnologia Monsanto, na urina de cidadãos de 18 países europeus. Apesar de alguns especialistas considerarem que o glifosato não é tóxico, há grupos de cientistas que garantem que pode alterar o sistema hormonal humano, assim como provocar danos no DNA.

54bcecff72139e57588b45fc

A crescente polémica

Recentemente, milhares de pessoas manifestaram-se em Berlim para mostrar a sua rejeição ao livre comércio da União Europeia com os EUA. Os agricultores e os ecologistas denunciaram os riscos que este acordo representa para a Alemanha, já que temem que o documento abra o mercado dos produtos transgénicos e geneticamente modificados procedentes de países norte americanos.

Além disso, em maio de 2014 foi organizado um evento global que procurava desafiar os esforços da gigante agrícola Monsanto para dominar a oferta mundial de alimentos. Milhares de activistas anti-OGM de 400 cidades de 52 países uniram forças contra a gigante da biotecnologia.

54bceed172139e83048b458b

 

Fonte: noticiasnaturais

Obrigado por nos dizer como este artigo o fez sentir! Agora conte a todos partilhando - .
Como este artigo o faz sentir?
  • Fora de Mim
  • Fascinado
  • Apoiado
  • Indiferente
  • Assustado
  • Chateado
  • Paulo Andrade

    A leitura do artigo dos árabes citado no início desta postagem e que “comprova” os danos mostra que o artigo não versa sobre danos à saúde. Os autores compararam a composição de grãos transgênicos e convencionais e concluíram que, na maioria quase absoluta dos casos, havia pouca ou nenhuma diferença. Nas suas conclusões os autores “forçam a barra” ao afirmar que pequenas diferenças diferenças observadas poderiam causar danos, mas não sugerem qualquer mecanismo de como isso poderia acontecer.
    O resto desta postagem é uma repetição de tudo o que rola pela internet, sem pé nem cabeça.

  • Jader Pereira

    Acho que o pessoal exagera muito nas questoes dos trangenicos nao vou dizer que eles sao completamentes inocuos mas os herbicidas sao muito piores e eles nao protestao tanto assim!!!

Partilhas