Polémico

“Mulheres conduzem porque não se importam de ser violadas”

YouTube Preview Image

Um historiador saudita sugeriu, numa entrevista televisiva, que as mulheres americanas conduzem porque não se importam de ser violadas.

As mulheres americanas conduzem porque não se importam de ser violadas na beira da estrada se o carro avariar”, afirmou, num programa televisivo do canal Rotana Khalijiyya TV, um historiador saudita.

Saleh al-Saadoon, residente num país onde as mulheres são punidas se forem apanhadas ao volante de um automóvel, acredita que a condução é algo que deve ser restrito aos homens.

Perante a perplexidade da jornalista, o saudita acrescentou: “não é um grande problema para elas, além do dano moral. No nosso caso, porém, o problema é de natureza social e religiosa”.

Quando todos julgavam que Saleh al-Saadoon não iria mais longe, eis que o historiador surpreendeu novamente. Após a entrevistadora o ter confrontado com os casos em que condutores do sexo masculino violam mulheres, este retorquiu: “A solução é trazer condutoras estrangeiras para transportar as nossas mulheres”.

Fonte: noticiasaominuto

 

Obrigado por nos dizer como este artigo o fez sentir! Agora conte a todos partilhando - .
Como este artigo o faz sentir?
  • Fora de Mim
  • Fascinado
  • Apoiado
  • Indiferente
  • Assustado
  • Chateado
Partilhas