Ciência Sustentabilidade

Harvard transforma energia solar em combustível

Cientistas da Universidade de Harvard conseguiram modificar a composição genética de uma bactéria para produzir combustível líquido. No futuro, esse método poderá ser utilizado no abastecimento energético de veículos de transporte.

Eles chegaram a esse resultado, segundo um estudo publicado na revista Procedings of the National Academy of Sciences, ao alterar geneticamente uma bactéria denominada “Ralstonia eutropha” e utilizar o hidrogénio de água obtido a partir da energia solar.
solar.combustivel.shutterstock
A bactéria é capaz de converter o dióxido de carbono, principal agente do aquecimento global, num combustível alcoólico chamado isopropanol. Diferentemente de estudos prévios, os especialistas conseguiram implementar catalisadores à base de metais abundantes na natureza, como o cobalto, em vez de metais preciosos.

“As células foto-voltaicas possuem um potencial considerável para satisfazer as necessidades futuras de energia renovável, mas precisam de métodos eficientes para armazenar a electricidade intermitente que produzem e poder gerar energia solar em grande escala”, afirma Daniel Nocera, autor principal do estudo.
As fontes e formas de transmitir energia estão a ser cada vez mais estudadas.

Como seria se tivéssemos uma forma de transmitir energia sem fios? Já existem pessoas a pensar nisso, veja no vídeo abaixo:

Fonte: NBC

Obrigado por nos dizer como este artigo o fez sentir! Agora conte a todos partilhando - .
Como este artigo o faz sentir?
  • Fora de Mim
  • Fascinado
  • Apoiado
  • Indiferente
  • Assustado
  • Chateado
Partilhas