História Insólito

Aborígenes australianos na Turquia há 12 mil anos?

Símbolos aborígenes australianos encontrados em pilar de 12 mil anos na Turquia podem abalar a história…

Göbekli Tepe tem sido um dos locais mais desconcertantes já encontrados e o mistério se aprofunda!

Göbekli Tepe na Turquia é um complexo de monumentos megalíticos de 12 mil anos, cuja origem tem confundido os arqueólogos desde sua descoberta há cerca de 20 anos. Isso levou os arqueólogos a repensarem sua compreensão de uma sociedade “primitiva” naquela época.

Parte do sítio de escavação de Göbekli Tepe (Rolfcosar/CC BY-SA 3.0 via Wikimedia Commons)

A sofisticação de uma sociedade que podia construir esses monumentos, contendo pilares que pesam entre 45 e 65 toneladas e esculpidos com símbolos e figuras intrincados, supera em muito o que a maioria dos arqueólogos considerava possível em tal período.

Entalhes no local podem representar um cometa que causou grandes mudanças climáticas globais, um evento cataclísmico que eliminou a civilização responsável por Göbekli Tepe. Pesquisadores da Universidade de Edimburgo publicaram um artigo nesse sentido no ano passado no periódico Mediterranean Archaeology and Archaeometry.

De cerca de 14.500 a 11.500 anos atrás, um período conhecido como “Dryas recente”, o mundo experimentou transformações climáticas dramáticas. A mudança no final do Dryas recente foi particularmente abrupta, de acordo com a Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA) dos EUA. Arqueólogos concordaram que Göbekli Tepe tem pelo menos 12 mil anos, situando-o nesse período.

O local foi enterrado rapidamente cerca de mil anos após a sua criação. Se isso foi feito intencionalmente por pessoas ou pela natureza é uma questão de debate. Alguns teorizam que a sociedade queria proteger os monumentos do cataclismo.

Um curandeiro aborígene australiano com um símbolo tatuado no peito que também foi encontrado em Göbekli Tepe (Wellcome Images/CC BY 4.0)

 

O pesquisador e autor Bruce Fenton agora apresenta uma teoria de que Göbekli Tepe foi construído por aborígenes australianos.

Fenton concentrou sua análise intercultural em Göbekli Tepe e na área de Arnhem Land, no Norte da Austrália. Ele encontrou muitos símbolos e temas compartilhados.

Por exemplo, a foto principal deste artigo mostra um símbolo num pilar em Göbekli Tepe e o mesmo símbolo aparece pintado no peito de um ancião aborígene australiano. Para os aborígenes, este símbolo retrataria duas pessoas sentadas compartilhando conhecimento.

Em outro pilar de Göbekli Tepe, Fenton identificou um símbolo geralmente reservado para os artefactos mais sagrados da cultura aborígene australiana, as pedras de churinga. Ele também encontrou o que acredita serem pedras de churinga em outros sítios de 12 mil anos na Turquia, que se estariam conectados à cultura de Göbekli Tepe. Eles exibem círculos concêntricos caracteristicamente utilizados pelos aborígenes para representar poços de água, e linhas em ziguezague usadas para descrever as vias de água.

(esq.) Uma pedra de churinga australiana. (dir.) Um close-up do pilar central no Recinto D de Göbekli Tepe com um símbolo semelhante. O pilar retrata uma deidade, mostrando que esse símbolo é igualmente sagrado nas culturas que criaram os dois objetos (Cortesia de Bruce Fenton)

(esq.) Uma pedra de churinga australiana. (dir.) Um close-up do pilar central no Recinto D de Göbekli Tepe com um símbolo semelhante. O pilar retrata uma deidade, mostrando que esse símbolo é igualmente sagrado nas culturas que criaram os dois objectos (Cortesia de Bruce Fenton)

Um artefato encontrado em outro sítio, Kortik Tepe, na Turquia, estaria conectado à civilização de Göbekli Tepe. Bruce Fenton observou as semelhanças com as pedras de churinga australianas (Cortesia de Bruce Fenton)

Um artefacto encontrado em outro sítio, Kortik Tepe, na Turquia, estaria conectado à civilização de Göbekli Tepe. Bruce Fenton observou as semelhanças com as pedras de churinga australianas (Cortesia de Bruce Fenton)

Uma "pedra de churinga" encontrada em Hasankeyf, outro sítio de 12 mil anos na Turquia, que teria sido abandonado pela mesma civilização (Cortesia de Bruce Fenton)

Uma “pedra de churinga” encontrada em Hasankeyf, outro sítio de 12 mil anos na Turquia, que teria sido abandonado pela mesma civilização (Cortesia de Bruce Fenton)

Outra "pedra de churinga" encontrada em Hasankeyf. A escultura se assemelha a uma dupla hélice (Cortesia de Bruce Fenton)

Outra “pedra de churinga” encontrada em Hasankeyf. A escultura se assemelha a uma dupla hélice (Cortesia de Bruce Fenton)

“Muitos dos símbolos de animais nas pedras [em Göbekli Tepe] referem-se a totens dos clãs aborígenes [australianos]”, disse Fenton via e-mail. Ele também notou semelhanças entre a única figura feminina representada em Göbekli Tepe e as representações aborígenes de Yingarna, o criador.

Göbekli Tepe (Teomancimit/CC BY-SA 3.0 via Wikimedia Commons)

Göbekli Tepe (Teomancimit/CC BY-SA 3.0 via Wikimedia Commons)

Fenton admite a hipótese de que as esculturas de Göbekli Tepe retratam uma tentativa caracteristicamente xamanística aborígine de tentar impedir o cataclismo vindouro. Ele disse: “O propósito do complexo era reverter as inundações em curso durante o Dryas recente, aplacando-se a Serpente do Arco-íris (eles teriam julgado que essa deidade da água era a responsável).”

Num artigo sobre sua teoria, publicado na revista New Dawn, Fenton escreveu: “As imagens em Göbekli Tepe são principalmente de animais; é tentador pensar que isso representava um esforço significativo dos xamãs para invocar os espíritos dos animais, muitos dos quais se tornaram extintos.”

Um pilar em Göbekli Tepe. (Teomancimit/CC BY-SA 3.0 via Wikimedia Commons)

Um pilar em Göbekli Tepe. (Teomancimit/CC BY-SA 3.0 via Wikimedia Commons)

Um totem de Göbekli Tepe (Cobija/CC BY-SA 4.0 via Wikimedia Commons)

Um totem de Göbekli Tepe

Um pilar em Göbekli Tepe. (Domínio público)
Fonte: EpochTimes

 

 

 

 

 

 

Obrigado por nos dizer como este artigo o fez sentir! Agora conte a todos partilhando - .
Como este artigo o faz sentir?
  • Fora de Mim
  • Fascinado
  • Apoiado
  • Indiferente
  • Assustado
  • Chateado
Partilhas