Saúde

Açúcar é 8 vezes mais viciante do que a cocaína

Toda a gente adora pizza, certo? Pode até dizer ser “viciado” em pizza e há uma razão para isso! AÇÚCAR!

De acordo com a Dra. Nicole Avena da Escola de Medicina Icahn, Monte Sinai, a pizza é um alimento viciante por causa do açúcar oculto encontrado nela – mais do que um punhado de biscoitos recheados Oreos.

Não surpreendentemente, biscoitos, donuts e bolos também são viciantes. 

No estudo com 504 participantes, Avena descobriu que os comportamentos e atitudes em relação a determinados alimentos com alto índice glicémico reflectiu os padrões de dependência química.

“Vários estudos sugerem que alimentos altamente palatáveis e processados podem produzir comportamentos e mudanças nos cérebros iguais aos usados para diagnosticar um vício, como drogas e álcool”, relatou Avena ao Huffington Post.

Basicamente, o açúcar não é bom para nós. De todo. Um estudo de 2013 descobriu que a “adição de açúcar encontrada nos alimentos industrializados, cujas concentrações são consideradas seguras, exerce impactos dramáticos sobre a saúde dos mamíferos”, o que causou aos pesquisadores pedir uma reavaliação desses níveis ditos como seguros de consumo.

O açúcar também contribui para a doença cardiovascular, bem como doenças do fígado, hipertensão, diabetes tipo 2, obesidade e Alzheimer.

“Quando comemos farinha de trigo e açúcar em alimentos processados, o nível de açúcar no sangue se altera e, em seguida, ocorre a libertação de insulina para lidar com esse desequilíbrio. Esse distúrbio hormonal é o que faz a gordura ficar armazenada na sua barriga e a logo fazê-lo sentir fome de mais doces e junk food ricos em amido”, contou o cardiologista Dr. James O’Keefe.

Avena acredita que sua descoberta é um importante primeiro passo no reconhecimento de que certos alimentos estão associados a um comportamento alimentar viciante, o que poderia, eventualmente, ajudar aquelas pessoas que lutam com a obesidade.

“Se alguém sente ser viciado em comida, não há realmente nenhum diagnóstico médico que possa ser dado a essa pessoa”, afirmou Avena. “Este estudo está ajudando a actualizar a literatura, para que possamos ajudar as pessoas que têm distúrbios alimentares viciantes.”

E quais são os alimentos menos viciantes? Pepinos, cenouras e feijões. Naturalmente.

Obrigado por nos dizer como este artigo o fez sentir! Agora conte a todos partilhando - .
Como este artigo o faz sentir?
  • Fora de Mim
  • Fascinado
  • Apoiado
  • Indiferente
  • Assustado
  • Chateado
Partilhas