Sociedade

«Demência Digital», uma doença dos tempos modernos, alarma Coreia do Sul

md-demencia-digital-alarma-aA Coreia do Sul é um dos países mais conectados digitalmente no mundo, mas desde 1990 regista o crescimento do problema do “vício da internet” entre adultos e jovens, escreveu o The Telegraph.

Esse vício está evoluindo para o que os sul-coreanos chamam de “demência digital”. O termo designa uma deterioração das capacidades cognitivas que antes só se viam em pessoas que sofreram graves lesões cerebrais ou doenças psiquiátricas.

“O uso excessivo de smartphones e jogos digitais dificulta o desenvolvimento equilibrado do cérebro”, explicou o médico Byun Gi-won, do Centro para o Equilíbrio Cerebral, ao jornal Joong Ang Daily, de Seul.

“Os utilizadores exagerados a chamamos ‘pesados’ tendem a desenvolver o lado esquerdo dos seus cérebros, deixando subdesenvolvido ou estagnado o lado direito”, acrescentou ele. A concentração mental depende do lado direito e sua falência afecta a atenção e a memória, danos que se verificam em 15% dos casos de “demência digital” precoce.

Os pacientes desta nova patologia exibem também subdesenvolvimento emocional, sendo que as crianças correm mais riscos do que os adultos, porque seus cérebros ainda estão se desenvolvendo.

Segundo os médicos, a situação está piorando na medida em que a média de jovens entre 10 e 19 anos que usam smartphones mais de sete horas por dia cresceu até 18,4%, um aumento de 7% em relação ao ano passado.

Mais de 67% dos sul-coreanos possuem smartphone, o maior índice do mundo. Nos adolescentes, a proporção é de mais de 64%, segundo o Ministério para as Ciências. O governo calcula que 20% dos menores de idade sofrem depressão e ansiedade quando ficam sem mexer com o telemóvel.

O neurocientista alemão Manfred Spitzer publicou em 2012 o livro Digital Dementia, alertando pais e professores para o perigo que correm as crianças que ficam muito tempo diante de laptops, tablets, telemóveis ou outros aparelhos electrónicos. Segundo o Dr. Spitzer, os défices no desenvolvimento cerebral são irreversíveis. Para ele, os equipamentos digitais deveriam ser banidos das escolas alemãs antes que os jovens se tornem viciados e sofram de estados avançados de Demência Digital.

Os Ministérios da Educação e da Saúde sul-coreanos pediram que as escolas organizem actividades de campo visando livrar as crianças dos atractivos negativos do vício da internet e da consequente “demência digital”.

Fonte: no texto

Obrigado por nos dizer como este artigo o fez sentir! Agora conte a todos partilhando - .
Como este artigo o faz sentir?
  • Fora de Mim
  • Fascinado
  • Apoiado
  • Indiferente
  • Assustado
  • Chateado
Partilhas