Saúde

Tomar aspirinas para prevenir ataques cardíacos pode ser mortal!

De acordo com o Daily Mail, a aspirina, clinicamente receitada em muitos casos para prevenir possíveis ataques cardíacos ou derrames cerebrais, é ineficaz para 25% dos pacientes que a tomam. Nesse sentido, muitos podem estar a morrer devido à ineficácia do produto.

A aspirina é ineficaz para cerca de ¼ dos pacientes e centenas de pessoas podem estar a caminhar para a morte na sequência do consumo deste medicamento, alertam médicos.

Estes referem, ainda, que os pacientes em que o medicamento não faz efeito estão muito mais sujeitos a sofrer de um ataque cardíaco ou de derrames cerebrais, do que aqueles que tem benefícios com a  toma do mesmo.

Posto isto, um grupo de cientistas está a levar a cabo um teste à urina que permite verificar em que pacientes é que o medicamento é eficaz e vão passar a exigir que este seja feito pelos pacientes antes de lhes receitaram o medicamento.

fda-questiona-a-eficacia-da-aspirina-para-evitar-um-primeiro-ataque-cardiaco1

“Os médicos têm que tomar consciência de que a aspirina, a principal forma de terapia cardíaca, não esta a funcionar para 25% das pessoas que estão a tomá-la. E depois existem os efeitos colaterais, com as úlceras, que devem ser considerados”, afirma o médico Paul Ames, do Hospital St. George’s, em Londres.

 

A aspirina foi utilizada durante muitos anos como um analgésico, pois funciona como um anti-inflamatório. Baixas doses até 75 mg são normalmente recomendadas a pessoas com doenças cardiovasculares, porque ajuda a diluir o sangue.

De acordo com o Daily Mail, a aspirina, clinicamente receitada em muitos casos para prevenir possíveis ataques cardíacos ou derrames cerebrais, é ineficaz para 25% dos pacientes que a tomam. Nesse sentido, muitos podes estar a morrer devido à ineficácia do produto.

A aspirina é ineficaz para cerca de ¼ dos pacientes e centenas de pessoas podem estar a caminhar para a morte na sequência do consumo deste medicamento, alertam médicos ao Daily Mail.

Segundo estes especialistas, 16 milhões de britânicos que tomam o medicamento podem não estar a sentir qualquer efeito deste medicamento, que serve para diluir o sangue.

 

Fonte: dailymail

Obrigado por nos dizer como este artigo o fez sentir! Agora conte a todos partilhando - .
Como este artigo o faz sentir?
  • Fora de Mim
  • Fascinado
  • Apoiado
  • Indiferente
  • Assustado
  • Chateado
Partilhas